Para Dilma, investimento em federais é fundamental no combate ao crack

Durante a abertura do seminário sobre a implantação dos centros regionais de Referência em Crack e outras Drogas, realizada nesta quinta-feira (17), em Brasília, a presidenta Dilma Rousseff apontou os investimentos feitos pelo governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas universidades federais como fundamentais para o enfrentamento ao crack. “Essa é uma droga que apresenta o desafio de não ter, no plano mundial, um acervo de conhecimento e acúmulo de metodologia de tratamento”, disse Dilma Rousseff, dirigindo-se aos representantes de 46 instituições federais de ensino superior responsáveis pelos 49 projetos que vão capacitar mais de 14 mil pessoas para atuar na área.


Da esq. para direita, presidente da Andifes, Edward Madureira, o ministro Fernando Haddad (Educação), presidenta Dilma e os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Alexandre Padilha (Saúde). Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta destacou ainda que a participação das universidades federais é estratégica para a implantação dos centros de referência, pois essas instituições são fundamentais para a capacitação de pessoal e para a definição de políticas de reinserção.“Precisamos formar profissionais. Sabemos que essa é uma droga que tem uma capacidade de propagação muito elevada e que, atrás do eixo da prevenção, pelo qual precisamos impedir que mais pessoas sejam vítimas do crack, são necessárias intervenções visando tratamentos, clínicas e enfermarias especializadas, além de políticas de reinserção”, afirmou.

Com informações da Agência Brasil

Comentários encerrados.