ECOSS e CADARA realizam reuniões técnicas na Unilab

Evento continua até o próximo dia 26.

Evento continua até o próximo dia 26.

Declamação de poesias foi feita pelo estudante angolano, Fernando Kaiav.

Declamação de poesias foi feita pelo estudante angolano, Fernando Kaiav.

Na manhã desta sexta-feira (24), como parte das comemorações de dois anos de atividades da Unilab, o Centro de Referência em Educação de Jovens e Adultos e Cooperação Sul-Sul (ECOSS) e a Comissão Técnica Nacional de Diversidade para Assuntos Relacionados à Educação dos Afro-Brasileiros (Cadara) realizaram a abertura das reuniões técnicas. O encontro teve início com a declamação de poesias realizada pelo estudante angolano, Fernando Kaiav.

Reitora da Unilab, Nilma Gomes.

Reitora da Unilab, Nilma Gomes.

A reitora da Unilab, Nilma Gomes, abriu as atividades do encontro, cumprimentando os participantes que representam as diferentes regiões do Brasil e de países africanos. “Espero que vocês se sintam acolhidos e que realizem um encontro proveitoso no decorrer dos próximos dias. É um grande prazer receber todos vocês nesta universidade. A Unilab é a casa de todos nós”, saudou.

Coordenadora da ECOSS e pró-reitora de Graduação da Unilab, Jacqueline Freire.

Coordenadora da ECOSS e pró-reitora de Graduação da Unilab, Jacqueline Freire.

A coordenadora do ECOSS e pró-reitora de Graduação, Jacqueline Freire, falou sobre a importância do encontro para o fortalecimento desta e de outras redes. “É um momento de alegria em que estamos concretizando as nossas ações a partir do que nós compreendemos que é a missão da Unilab. É uma oportunidade de produzir conhecimento e trocar saberes e afetos. Estamos muito felizes porque consolidamos a Rede ECOSS e com as suas demais redes”, falou.

Maculo Afonso, representante do Ministério da Educação de Angola.

Maculo Afonso, representante do Ministério da Educação de Angola.

Maculo Afonso, representante do Ministério da Educação de Angola, comentou sobre o encontro. “É um momento único de reforçar as nossas relações internacionais, trocar experiências, com o objetivo de desenvolver uma universidade que eleve o patamar da educação de jovens e adultos nos diferentes países”, apontou.

Albertino Delgado, representante da Rede Nacional da Campanha de Educação para Todos de Cabo Verde.

Albertino Delgado, representante da Rede Nacional da Campanha de Educação para Todos de Cabo Verde.

Albertino Delgado, representante da Rede Nacional da Campanha Educação para Todos de Cabo Verde, também participou da mesa de abertura. A Rede, criada em 2008 e formalizada a partir de 2011, atua para que crianças, jovens e adultos cabo-verdianos tenham acesso à educação. “O objetivo da Rede é colher subsídios necessários para driblar as anomalias na área. Atualmente, temos o mínimo de uma educação de qualidade, mas ainda há problemas na questão de infraestrutura e currículo”, explicou. Sobre o encontro, ele disse: “é uma grande oportunidade. Espero que possamos sair com alguns protocolos e acordos que nos ajudem a incidir a nossa ação na educação”.

Tiago Tobias, representante do MEC.

Tiago Tobias, representante do MEC.

Coordenador da Cátedra Unesco – EJA, Timothy Ireland

Coordenador da Cátedra Unesco – EJA, Timothy Ireland

Apresentação cultural de São Tomé e Príncipe.

Apresentação cultural de São Tomé e Príncipe.

Também estavam presentes na mesa de abertura Tiago Tobias, representante do Ministério da Educação do Brasil, e o coordenador da Cátedra Unesco – EJA, Timothy Ireland. Ao final do encontro, os estudantes de São Tomé e Príncipe realizaram apresentações de dança típicas do país.

A programação continua até o próximo dia 26, com encontros setoriais e palestras abertas ao público.

Comentários encerrados.