Laboratório de Artes Visuais e Cênicas promove exibição de filme moçambicano

O Laboratório de Artes Visuais e Cênicas da Unilab (LAARTVC-Unilab) apresenta o filme moçambicano “Zona Quente”, na próxima terça-feira (10), às 15 horas, na sala 3 do Bloco Didático do Campus da Liberdade, em Redenção/CE.

A roda de conversa sobre o filme será mediada pelo bolsista do projeto Paulo Fungulane e contará com a presença do cineasta Harley Almeida. O tema principal é a produção de filmes com baixo custo.

Sobre o filme

Mesmo com poucos recursos, jovens criativos residentes em Chòkwé, na província de Gaza, em Moçambique, fizeram um filme denominado “Zona Quente”, um longa-metragem de ação com duração de 1 hora e 25 minutos.

O filme narra a história de dois jovens que figuram o nome de Arci-Jay (Arcídio John) e Kidu (Herquildo Macie), que sonhavam em se tornar grandes artistas no mundo musical, mas por insuficiência de condições e falta de valorização na carreira, decidem abandonar a arte e engrenar no mundo da criminalidade. A câmera usada foi uma semiprofissional (fujifilm), digital câmera finepixs84oow, 44x zoom full HD, um tripé e gravadora de vozes Philips voice tracer 620. O orçamento foi de baixo custo, com incentivo próprio e o restante sendo bancado pelos familiares.

Laboratório de Artes Visuais e Cênicas

O projeto Laboratório de Artes Visuais e Cênicas – Unilab (LAARTVC-Unilab), com foco nas artes cênicas e artes visuais, é uma ação de extensão da Unilab que objetiva discutir questões sociais com base na arte. Coordenado pelo professor Lourenço Cardoso, do Instituto de Humanidades e Letras (IHL), possui como bolsista o estudante do curso de Engenharia de Energias Jorge Carmon e como voluntário o estudante do Curso de Bacharelado em Humanidades Paulo Fungulane.

Comentários encerrados.