Grupo de Extensão “Uniculturas” participa de ações interativas no Ceará

Participação do Grupo Uniculturas na I Mostra Cultural
Afrodescendente, realizada na EEM Deputado Ubiratan Diniz de Aguiar, em Capistrano/CE

O Grupo Uniculturas, vinculado à Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex/Unilab) e coordenado pelo professor do Instituto de Humanidades (IH), Leandro de Proença Lopes, realizou várias atividades culturais pautadas na integração e valorização das culturas africanas e afro-brasileiras, ao longo do mês de novembro.

No dia 23, o grupo fez parte da programação cultural da Feira da AfroDescendência, organizada pela Escola Almir Pinto, no município de Aracoiaba, na região do Maciço de Baturité/CE. No evento, membros do grupo fizeram uma palestra sobre “A presença dos estudantes africanos em Redenção e questões de adaptação e racismo”. Além disso, o Grupo de dança “UbuntuDance” e o Grupo de teatro “Afrisamé”, ambos do Uniculturas, realizaram parte da programação.

Foto arquivo: Grupo Uniculturas/Unilab

“O Grupo Uniculturas busca sair dos murros da universidade e levar para a comunidade externa um pouco da diversidade das culturas africanas. As escolas precisam conhecer um outro lado da África”, concluíram os organizadores e representantes do Grupo Uniculturas quanto ao evento, beneficiando tanto a escola quanto ao grupo.

Outra participação foi junto à Escola de Ensino Médio Deputado Ubiratan Diniz de Aguiar, no município de Capistrano/CE, que fez parte da  primeira edição da Mostra Cultural Afrodescendente. Dessa vez, o Grupo de dança “Toques da Banda” prestigiou o evento com danças típicas de Angola, como Semba e Kizomba.

Foto divulgação: Grupo de dança “Toques da Banda” – Uniculturas

“Desmitificar alguns olhares sobre a África”, esta foi a observação do estudante Gabriel Panzo, angolano e membro do grupo Uniculturas. Para ele, o evento foi importante, além de serem bem recebidos na escola, puderem falar um pouco do seu país, a Angola, sobre a sua cultura e diversidade, já valorização da sua cultura angolana é primordial. De outro lado, também aprenderam com o grupo escolar, entre professores e alunos, desta forma, promoveu-se, naquele momento, um intercambio de culturas e saberes”.

Foto divulgação: Ações do Grupo Uniculturas

Além da participação nas escolas da região do Maciço de Baturité/CE, o Grupo Uniculturas participou, em Fortaleza/CE, do evento “Arthur Ramos, 70 anos: Por uma cultura de tolerância”, promovido pela Casa José de Alencar (patrimônio histórico tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), vinculado ao Ministério da Cidadania do Governo Federal) e centro cultural pertencente à Universidade Federal do Ceará (UFC). No evento, o Uniculturas realizou a apresentação do Grupo, além da Unilab, sua importância e ações, como também, agregou conhecimento sobre a biografia de Arthur Ramos e da Casa José de Alencar.

Participação do Grupo no evento da Casa José de Alencar/UFC, em Fortaleza/CE

O evento da Casa José de Alencar, objetivou celebrar a memória do pesquisador Arthur Ramos, através da promoção de debates, reflexões e apresentações artísticas referentes aos estudos e pesquisas desenvolvidos por ele, em especial, nas áreas da cultura e religião afro-brasileira, com diversos convidados, destinando suas atividades aos professores e estudantes universitários e da Educação Básica, além de pesquisadores e interessados em geral.

Sobre o Grupo Uniculturas

Fundado em 9 de março de 2017, atualmente com mais de 130 membros, o grupo de Uniculturas: Unidos pela Integração busca divulgar, valorizar e integrar as culturas dos países membros da Unilab: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, pautando-se em sete eixos temáticos: danças, desfile, teatro, poesias, músicas, palestras e minicursos. Ao mesmo tempo, em consonância com as diretrizes da universidade, o grupo objetiva aproximar a comunidade externa da universidade por meio de apresentações culturais diversificadas e, com isso, promover o esclarecimento e demostrar o que esse continente tem de melhor, apresentando, assim, um novo lado dessa África ainda pouco conhecida além de suas fronteiras.

Outras informações pelo email: grupouniculturas@gmail.com.

Comentários encerrados.