Projeto cria “Irmandade Malês” como rede de apoio em enfrentamento ao COVID-19

Na luta contra a pandemia do COVID-19, discentes que integram o Projeto Baoba tiveram a iniciativa de construir uma rede de amparo que reúne pedidos de apoio, informações sobre a doença, encontros virtuais e partilhas sobre saúde, entre outras ações. Intitulada “Irmandade Malês”, a ideia é que funcione como mais um território de integração na Unilab, capaz de mapear demandas, dialogar com setores institucionais e fortalecer cuidados coletivos.

A plataforma é construída de forma colaborativa e o convite para participação se estende a toda a comunidade, seja por meio de coletivos ou individualmente. “O objetivo é enfrentar a pandemia, que não é apenas o vírus, envolve nosso emocional, nossas condições de saúde, permanência e também nosso potencial enquanto intelectuais, pessoas com legados de força e conhecimentos”, explicam os criadores do site.

Clique aqui para conhecer a Irmandade Malês e participar dessa construção solidária.

No menu “Rede de Acolhimento“, é importante cadastrar nome e contato. Os espaços estão divididos por região, para facilitar a rede, de acordo com os locais de moradia. Já no menu “Pedidos de Apoio“, é possível registrar pedidos, seja de apoio financeiro, apoio com as crianças e/ou de outras naturezas. Os que desejarem entrar em contato de forma privada, também serão bem acolhidos.

Os interessados em contribuir ou que necessitem de outras informações, podem acessar o site e cadastrar seu e-mail.

O Projeto Baoba informa que haverá um encontro virtual nesta terça-feira (7) e ressalta a importância do abraço da comunidade para que a missão da Unilab seja refletida no apoio e acolhimento de todos os seus entes.

Comentários encerrados.