Independência de São Tomé e Príncipe é celebrada com dia de atividades

A independência do arquipélago de São Tomé e Príncipe, ocorrida em 12 de julho de 1975, é sempre celebrada na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Neste ano não seria diferente e as atividades de comemoração ocorrerão no dia 12 e 13, via Facebook da Associação dos Estudantes São-Tomenses da Unilab, organizadora do evento.

Haverá debates sobre o papel da celebração e como a Unilab tem se envolvido neste processo de afirmação cultural; sobre o impacto do colonialismo na sociedade são-tomense e sobre racismo contra africanos, além de exposição musical. Confira a programação completa.

Sobre a independência de São Tomé e Príncipe

O arquipélago composto pelas ilhas de São Tomé e de Príncipe e ainda por vários ilhéus fora colonizado por Portugal a partir do final do século XV. Na esteira da onda de descolonização ocorrida nos antigos territórios colonizados por Portugal nas décadas de 1960 e 1970, também a esse pequeno território, com pouco mais de 1.001 quilômetros quadrados, foi reconhecida a independência, em 12 de julho de 1975.

Download (PDF, 414KB)

Comentários encerrados.