Lançado livro “botAfala: Ocupando a Casa Grande”, de projeto de extensão da Unilab

O Projeto de Extensão “Bota a fala: hip hop, reconhecimento e educação democrática” lançou o livro “botAfala: Ocupando a Casa Grande”, que está disponível em pdf, junto com as canções, neste link.

O livro, editado pelo coordenador do projeto, professor Marcos Carvalho Lopes, reúne textos escritos pelos membros do grupo, entrevista, referências e indicações. “Textos que são uma fotografia deste projeto, mas que precisam e devem estimular mais escritos, sintetizando as referências e tratando de modo mais cuidadoso o caminho deste projeto. Neste retrato, você vai ver o Bota a fala Ocupando a Casa Grande e isso é um resultado da Unilab, isso é Malês, mas, principalmente, isso é parte de um futuro que é feito a cada dia por aqueles que crescem enfrentando as dificuldades e criando alternativas (‘a imaginação é o que nos mantém vivos’)”, ressalta Marcos Carvalho na introdução do livro.

Carvalho destaca ainda que o projeto integra extensão e pesquisa qualitativa, ligando estudantes e professor e contando com as experiências musicais anteriores dos alunos da GuinéBissau, de Angola, de São Tomé e Príncipe e de brasileiros.

Já no prefácio do livro, o linguista João Wanderley Geraldi afirma a certeza de mudança de vida para os participantes do grupo. “(…) tanto porque carregarão muito mais informações sobre suas próprias práticas quanto porque se deixaram constituir de forma distinta em um país outro. Por tudo isso, e muito mais, BotAfala provocará escutas responsivas que sempre levam a falas responsivas nesta corrente infinita de nossas construções das compreensões das coisas e das gentes com que coabitamos, cuja pluralidade cultural enriquece a experiência humana”, disse.

Sobre o Bota a Fala

Bota a Fala ou botAfala é um projeto de pesquisa educacional baseado nas artes, que utiliza o hip-hop como linguagem para compor uma paideia democrática. Desenvolvido por estudantes da Unilab do Campus dos Malês da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab), o botAfala procura debater questões raciais, questionar estereótipos de gênero, pensar as relações entre educação estética e autocriação ética, valorizando os múltiplos letramentos potencializados pelo hip-hop.

Em 2017, o Bota a fala alcançou grande visibilidade com sua participação no programa Conversa com Bial da Rede Globo, que serviu de mote para falar da Unilab em uma entrevista com o embaixador da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Martinho da Vila. Mais tarde, a canção “Africar”, composta pelo grupo, foi tema de um desafio colaborativo em que pessoas de todo país foram convidadas a dançar com seu ritmo. Tanto a canção quanto o desafio colaborativo foram motivados pela produção do programa Lazinho com Você, apresentado por Lázaro Ramos, que em seu primeiro episódio apresentou um clipe de cerca de um minuto com parte do resultado – e gente de todo o Brasil dançando Africar.

Comentários encerrados.