Projeto da Unilab contribui para a conquista do Prêmio Escola Nota Dez, concedido, pela primeira vez, ao município de Redenção

Imagem é do período da assinatura do Acordo Institucional do Projeto “Quem Sabe Ensina!” entre a Unilab e a Prefeitura de Redenção/CE

Na última terça-feira (11), o município de Redenção/CE, onde fica localizada a sede da Universidade Federal da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), conquistou o Prêmio Escola Nota Dez, que está em sua 12ª edição. Foi a primeira vez que a cidade recebeu o título de reconhecimento do Governo de Estado do Ceará.

O prêmio tem o objetivo de reconhecer o esforço dedicado à alfabetização logo nos primeiros anos de escolaridade e a continuidade desse trabalho nas séries seguintes. Para a concessão do título, são avaliados os resultados da educação em cada exercício – no caso, em referência a 2019. Nesta edição, a comemoração foi das escolas Terto Venâncio, Antônio Barbosa, Cecília Pereira e Dr. Edmilson Barros de Oliveira, no território de Redenção.

A Unilab, por meio do Projeto “Quem sabe ensina”, participou dessa construção no último ano. O reconhecimento da parceria veio em palavras de agradecimento da Secretária de Educação de Redenção, Ana Célia Diógenes. “Quero compartilhar a felicidade da Secretaria de Educação de Redenção e também agradecer pelo grande apoio e parceria que a gente teve da Unliab nesse processo educacional conjunto. A Unilab faz parte desse resultado, esse resultado também é de vocês: Geranilde, Cláudia e demais professoras, professoras e os bolsistas da Unilab. Quero dividir essa resultado com vocês. Agora, eu sinto a Unilab em Redenção. A gente lutou muito para ter a Unilab em nossa Redenção e ela [a Unilab] aos poucos tá chegando de fato”, destacou a secretária.

“O projeto nasceu a partir da demanda da Secretaria Municipal de Educação (SME) de Redenção junto à universidade, no sentido de firmar parceria institucional, pelo período inicial de um ano, voltada à melhoria dos índices de rendimento escolar de estudantes do 2º e 5° ano que ainda não atingiram capacidade de leitura e escrita com eficiência”, explica a coordenadora-geral do projeto e pró-reitora de Graduação da Unilab, Geranilde Costa.

A vice-reitora da Unilab, Cláudia Carioca, que também integrou o projeto, fala com satisfação dessa experiência exitosa. “Participar da Equipe da Unilab do Projeto: Quem Sabe Ensina! foi uma experiência gratificante. Na execução da ação de promover Oficinas Pedagógicas com os docentes do 2º ao 5º ano e os bolsistas selecionados na área de Leitura e Escrita/Letramento que realizamos no Campus das Auroras, além de trabalhar conteúdos fomentamos o envolvimento que a equipe teria que ter para estarmos aptos a realizar as ações compartilhadas que garantiriam a melhoria nos índices de aprendizagem (leitura e escrita), e de raciocínio lógico dos/as estudantes do Ensino Fundamental”.    

Equipe da prefeitura de Redenção/CE recebe o prêmio Escola Nota Dez.

O projeto, que tem caráter pedagógico interventivo, objetiva garantir aprendizagem com excelência aos alunos da rede municipal de ensino de Redenção, nas áreas de leitura/escrita e de raciocínio lógico, buscando a melhoria dos índices de aprendizagem escolar. Para isso, o trabalho é desenvolvido com os estudantes e com os professores, no intuito de contribuir para a melhoria da capacidade técnica do corpo docente.

Para Geranilde, apesar do pouco tempo de execução do projeto junto à prefeitura de Redenção, “foi possível contribuir com o nível de aprendizagem dos estudantes, com destaque para a maior participação e frequência desses/as estudantes em sala de aula, aumento na melhoria da capacidade de leitura e interpretação de frases e textos, bem como resolução de atividades de raciocínio lógico. E assim, após um ano de parceria, a Unilab, por meio do Projeto Quem Sabe, comemora com  Redenção a premiação,  pela primeira vez, de 4 escolas que atingiram o título de Escola Nota Dez!”.

O resultado da parceria se concretizou de tal forma que em junho de 2020, de acordo com a coordenadora-geral, foi decidida, entre SME e coordenação do Quem sabe ensina, a continuidade do projeto por mais um ano.

No último ano, participaram da equipe de trabalho da Unilab junto ao projeto as docentes Geranilde Costa e Silva, Fátima Bertini, Claudia Carioca, Izabel Cristina Teixeira e o Prof. Luis Carlos Ferreira. Também estiveram diretamente envolvidas duas técnicas da SME, 10 bolsistas e 2 estudantes voluntários da Unilab, 110 estudantes do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental II, que atuam como monitores/as, sendo um total de 17 escolas atendidas, perfazendo um número de 228 alunos beneficiados, sendo 73  do 2° ano; 32 do 4º ano e 122 do  5º ano.

Comentários encerrados.