Uma década de existência: evento online debate as Leis que estão no cerne da criação da Unilab

O ano de 2010 foi o marco para a publicação de dois dispositivos legais que ajudam a desenhar a história recente da negritude no Brasil e que, também, são marcos para a fundação da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro Brasileira, a Unilab. O Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/10) e a Lei nº 12.289/2010, que dispõe sobre a criação da Universidade, foram assinados no mesmo dia, ambos em 20 de julho. Passada uma década da promulgação desses decretos, que transformações ocorreram na sociedade e no ensino superior brasileiro e quais as perspectivas? 

Em alusão a essa data e fazendo um paralelo com o atual contexto, a Reitoria da Universidade, junto à Coordenadoria de Direitos Humanos (CDH /Unilab) e o Serviço de Promoção da Igualdade Racial (Sepir/ Unilab) promovem na tarde dessa terça-feira (29) o evento online “Uma década do Estatuto da Igualdade Racial da Unilab: Desafios e Perspectivas”. Com início programado para as 15h, a live ocorre pelo Canal da Unilab no Youtube.

Participam do Painel as professoras Matilde Ribeiro (ex-ministra da Igualdade Racial) e Vera Rodrigues (coordenadora do projeto de extensão “Mulheres Negras Resistem: processo formativo teórico-político para mulheres negras”). A mediação é do Pró-Reitor de Políticas Afirmativas e Estudantis, James Ferreira.

Comentários encerrados.