Com fomento do CNPq, professor da Unilab pesquisará “a rede intelectual negra e a ensaística na Améfrica”

O professor Denilson Lima Santos, docente do Instituto de Humanidades e Letras (IHL – Malês), atuante no Colegiado de Letras – Língua Portuguesa e líder do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Cultura Intelectual e Linguagens (Gepecil), foi aprovado na Chamada CNPq Nº 09/2020 – Bolsas de Produtividade em Pesquisa – PQ. 

Nos próximos três anos, o docente desenvolverá o projeto:  A rede intelectual negra e a ensaística na Améfrica:  Abdias do Nascimento, Manuel Zapata Olivella e Gerardo Maloney.  A pesquisa propõe fazer uma análise da produção literária ensaística de Abdias do Nascimento (Brasil), Manuel Zapata Olivella (Colômbia) e Gerardo Maloney (Panamá).  Ressalta-se que os autores supracitados formam o grupo que criou e fomentou uma rede intelectual negra que produziu, nas décadas de 70 e 80 do século passado, três edições do Congresso de Cultura Negra das Américas. Nesse sentido, pretende-se identificar as propostas políticas, estéticas, ontológicas e epistemológicas nos ensaios dos três escritores afro-latino-americanos.

Segundo o professor Denilson, “A pesquisa sobre o pensamento e a cultura intelectual de Nascimento, Olivella e Maloney é relevante para o pensamento e a crítica literária latino-americanas, bem como para a UNILAB, uma vez que a nossa universidade fomenta o ensino, a pesquisa e a extensão das epistemologias africanas e da diáspora”.

Comentários encerrados.