Pesquisa com os egressos visa conhecer a situação profissional e acadêmica dos discentes que passaram pela graduação na Unilab

Nesta primeira década, a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) foi agraciada com relevantes e significativas conquistas do quadro de docentes e seus egressos dos cursos de graduação e pós-graduação, em seleções de diversas instituições espalhadas pelo mundo e nos órgãos públicos brasileiros.

Unilab em números

Em números significativos, conforme dados da Pró-Reitora de Graduação (Prograd/Unilab), temos em nosso quadro, até o período de 2020.1: um total de 5.199 estudantes matriculados e 2.906 concludentes nos cursos de graduação, distribuídos nos campi do Ceará e da Bahia. Na Pós-Graduação são 198 profissionais matriculados e 143 concludentes (cursos de Mestrado) e 164 matriculados e 1.796 concludentes (cursos de Especialização).

Preencha o questionário!

 

“Para a melhoria dos nossos serviços, colabore conosco! Sua opinião é essencial para o aperfeiçoamento dos cursos de graduação da Unilab.”

O questionário é destinado a todos os egressos de graduação da universidade e busca conhecer a situação profissional e/ou acadêmica dos diversos estudantes que passaram pelos nossos campi do Ceará e da Bahia. A equipe da Prograd informa que os dados compilados vão servir para orientação e manutenção da excelência dos cursos dessa jovem universidade. 

Ao final, se desejar, deixe-nos um depoimento e relate sua história de vida, relacionando-a à sua passagem pela graduação da Unilab. Faça parte desse grupo, compartilhe sua alegria conosco!

Egressos da Unilab e suas relevantes conquistas
 
No período de 2020 e 2021, após solicitação para Colação de Grau Especial, a Prograd recebeu algumas conquistas significativas.
 
Mundo afora
 
Em Portugal, no programa de mestrado em Políticas Públicas do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTU), a bacharel em Administração Pública, Tatiana Djassi.
 
Pelo Brasil
 
Na Unilab, campi do Ceará, no último processo seletivo do Mestrado Acadêmico em Enfermagem da Unilab (Edital MAENF nº 01/2020), foram aprovados os bacharéis em Enfermagem: Glauciano Ferreira, Letícia Felipe, Maria Jocelane Silva, Dara Oliveira, Fernanda Sousa, Rolanda Mussane, Lucas Silva, Daiany Nogueira, José Erivelton Ferreira, Lidia Oliveira.
 
Na Universidade Federal do Ceará (UFC): os agrônomos: Jonnathan Sales, no mestrado em Engenharia Agrícola (PPGEA) e Jose Lucas Santos, no mestrado em Zootecnia (PPGZ); o sociólogo e bacharel em Humanidades, Antônio Ailton Lima, no mestrado em Psicologia.
 
Na Escola de Saúde Pública do Ceará, no Programa de Residência Multiprofissional da Saúde, os profissionais: Emilly Araújo, Ana Carolinna Sales, Vitória Matias e Vladson Ferreira.
 
Em concursos públicos de órgãos municipais do Ceará: na Prefeitura Municipal de Acarape/CE, na função de enfermeira plantonista, a bacharel em Enfermagem, Thais Régia Lima; na Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante/CE, no cargo de professora de ensino fundamental, a pedagoga e bacharel em Humanidades, Ana Jéssyca Lima; na Prefeitura Municipal de Redenção/CE, no cargo de professor de História, o bacharel em Administração Pública, Jeisson Pontes e na Câmara Municipal de Fortaleza, no cargo de consultor técnico administrativo, o bacharel em Administração Pública, na modalidade EAD/IEAD), Ismael Luna;
 
Na Bahia, no programa de mestrado profissional em Educação e Diversidade (PPGED) da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), a pedagoga e bacharel em Humanidades, Fabiana Gelard.
 
No Pará, concurso público: no Tribunal Regional Eleitoral do Pará, como Analista Judiciário – Área Administrativa e no Ministério Público de Contas do Estado do Pará, no cargo de Analista Ministerial, o bacharel em Administração Pública, na modalidade EAD/IEAD), Ismael Luna.
 
No Paraná, no programa de mestrado em Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba/PR, o pedagogo e bacharel em Humanidades, Gilson Santos.
 
No Rio de Janeiro, no programa de pós-graduação e pesquisa em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ), o bacharel em Engenharia de Energias, Sozinho Ussivane.
 
No Rio Grande do Sul, no programa de pós-graduação em Engenharia Elétrica (PPGEE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o bacharel em Engenharia de Energias, Eliezer Timóteo Sanhá.
 
Em São Paulo, na Universidade Federal do ABC (UFABC), no mestrado em Políticas Públicas, o bacharel em Administração Pública, João Panzo e no programa de pós-graduação em Engenharia Elétrica, os bacharéis em Engenharia de Energias, Fausta Faustino, Celestino Junior e Yanick Gomes.
 

Prointer e o acompanhamento dos egressos estrangeiros

No encerramento do I Seminário “Internacionalização da Educação Superior com ênfase no Sul global: Unilab e CPLP, 10 anos depois”, dia 26 de fevereiro, a pró-reitora da Pró-Reitoria de Relações Institucionais e Internacionais da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Prointer), a professora Artemisa Candé, informou que a pasta, em parceria com a Prograd, está realizando o acompanhamento dos egressos estrangeiros, com aplicação de questionário participativo, para perguntar a onde estão, se estão fazendo mestrado ou doutorado e se estão trabalhando. “Tivemos retorno de muitas questões, e de muitas observações desses estudantes que já não são mais da universidade. Mas que tornaram a Unilab um ponto de interculturalidade”, afirmou a guineense Artemisa.

Comentários encerrados.