“Discente quilombola e indígena no Ensino Superior: adaptação e permanência qualificada” é tema de palestra com foco em tutores do Programa Pulsar

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) e o Serviço de Promoção da Igualdade Racial (Sepir) da Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae) promovem, nesta quinta-feira (18) a palestra “Discente quilombola e indígena no Ensino Superior: adaptação e permanência qualificada”. O encontro ocorre das 9h30 às 11h30 por meio da plataforma Google Meet, e tem como público os tutores juniores do Programa Pulsar participantes do Edital 02/2021/Prograd.

A palestra visa oferecer apoio pedagógico aos Tutores Juniores do Programa Pulsar para a realização de ações de orientação e de apoio acadêmico aos/às estudantes indígenas e quilombolas da Unilab. Os tutores convidados à participação receberam convite por meio do Google Agenda na última segunda-feira (15).

Como palestrantes, o evento traz Ana Maria Eugênio da Silva, mestranda interdisciplinar em Humanidades pela Unilab e quilombola do Sítio Veiga, e Paulo Sérgio Pitaguary, graduando em Administração Pública pela Unilab e membro da Diretoria do Instituto Asas & Raízes, (localizado no território Indígena Pitaguary). A mediação é realizada pela professora Joanice Santos Conceição, coordenadora do Grupo de Pesquisas Azania.

Programa Pulsar

O Programa Pulsar foi instituído pela Resolução Consepe nº29, de novembro de 2014, e reeditado pela Resolução Consepe nº31 de setembro de 2020. Constitui-se em instrumento institucional permanente de acompanhamento e orientação acadêmica aos estudantes do primeiro ano dos cursos de graduação, na modalidade presencial, da Unilab, na forma de ações de tutoria. 

Comentários encerrados.