Seção de Acolhimento e Acompanhamento

EQUIPE

1. PROFESSOR DOUTOR CARLOS SUBUHANA – Chefe da Seção de Acolhimento e Acompanhamento – SAAC/CSAA/PROINST (Portaria GR N° 177, de 12/03/2019);

2. DAVID FERREIRA LIMA – Chefe de Serviço de Acolhimento e Acompanhamento;

3. FRANCISCO MARCELINO GUIMARÃES BARBOSA – Assistente em Administração;

A Seção de Acolhimento e Acompanhamento (SAA) está alinhada aos objetivos da Coordenação de Seleção, Acolhimento e Acompanhamento (CSAA), da Pró-Reitoria de Relações Institucionais (PROINST) da Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB).

1 – DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES DA SEÇÃO

Ações do Programa de Acolhimento e Integração de Estudantes Estrangeiros (PAIE)

O processo de acolhida dos estudantes estrangeiros é uma ação conjunta entre as Pró-Reitorias acadêmicas da instituição, tendo à frente a Pró-Reitoria de Relações Institucionais (PROINST) e a Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (PROPAE), através do Programa de Acolhimento e Integração de Estudantes Estrangeiros (PAIE), criado a partir da Resolução Nº 28, de 18 de Novembro de 2014. 

O estudante é acompanhado, orientado e apoiado no que diz respeito a sua integração à vida acadêmica, acomodação, regularização junto aos órgãos competentes, registros acadêmicos, procedimentos de saúde e inserção no Programa de Assistência Estudantil (PAES). Inicia-se logo após a sua confirmação de interesse de matrícula, ainda no seu país de origem, através de meios virtuais e redes sociais.

A Comissão Coordenadora do PAIE seleciona tutores, que são estudantes regularmente matriculados na Unilab. Uma vez selecionados, os tutores são treinados para desenvolverem atividades de acompanhamento aos seus tutorandos, visando a permanência, a integração e o pleno desempenho acadêmico do estudante estrangeiro recém-ingresso.

Após a sua chegada na Unilab o estudante fica hospedado na casa de um/a estudante veterano/a da Unilab no Estado do Ceará e na Bahia, brasileiros/as e angolanos/as, caboverdianos/as, guineenses, moçambicanos/nas, santomenses e timorenses, matriculados/as nos cursos de graduação presencial que tenham interesse em compartilhar moradia com discentes brasileiros/as e internacionais ingressantes. Este estudante ingressante é acompanhado por aproximadamente três meses ou até que esteja integrado ao ambiente universitário. Nesse período são realizadas reuniões sistemáticas para o monitoramento dos procedimentos, o que oportuniza correções e aperfeiçoamento do processo seletivo de estudantes estrangeiros, do PAIE e do mapeamento de estudantes veteranos/as da Unilab (Bahia e Ceará) interessados em compartilhar moradia com discentes ingressantes, nessa instituição acadêmica de alto nível acadêmico.

2 – PRINCIPAIS POTENCIALIDADES DO SEU TRABALHO DESENVOLVIDO NA PROINST

I – auxiliar estudantes estrangeiros ingressantes à Unilab;

II – acompanhar e orientar o estudante estrangeiro na sua chegada à Unilab,

III – planejar e organizar o acolhimento e recepção dos estudantes internacionais na Unilab;

IV – trabalhar em conjunto com os diversos coordenadores do Programa de Acolhimento e Integração de Estudantes Estrangeiros (PAIE) da UNILAB.

V – acompanhar e atualizar as informações relativas ao programa de acolhimento dos estudantes estrangeiros no website da UNILAB;

VII – elaborar relatórios e agendas de atividades inerentes da Seção;

VIII  – apoio, orientação e acompanhamento da documentação de renovação de vistos dos estudantes estrangeiros;

IX – Orientar, apoiar e acompanhar situações que envolvam violações de direitos do estudante migrante, no âmbito da Unilab ou fora dela;

X – Acompanhar a vida acadêmica do estudante migrante, mantendo atualizado as matrículas, desistências, trancamento de curso, bem como as transferências de curso ou de instituição de ensino, através de relatórios produzidos em parceria com demais órgãos da Unilab;

XI – Promover debates e eventos que fortaleçam a integração do estudante migrante na Unilab, em parceria com outros órgãos da Unilab;

XII – Avaliar os processos de entrada de estudantes internacionais na Unilab, buscando avançar para o seu aprimoramento e desenvolvimento