Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Circuito cultural da Unilab não para

Data de publicação  26/05/2011, 00:00
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
Depois de reunir mais de mil pessoas na inauguração, que foi prestigiada pelas autoridades vindas de diversas partes do País e do mundo, as festividades da inauguração da Unilab continuam. Na manhã desta quinta-feira ensolarada, os alunos tiveram a oportunidade de participar da palestra “Política Educacional Brasileira: realidade e desafios”, proferida pelo representante do Senado Federal, professor João Antonio Carlos de Monlevade, que atua como Consultor Legislativo do Senado, no Campus da Liberdade em Redenção.

Se, por um lado, a palavra solidariedade marcou a palestra, por outro, a palavra polêmica foi a bola da vez. O professor, ao comparar o ensino em escolas particulares e federais, valorizando o ensino público, ele resumiu “escola particular é apenas uma ‘parte’ do ensino, enquanto que a pública é um todo, o ensino por completo”. Ele também criticou o método de ingresso ao ensino superior, o que gerou polêmica entre os alunos. Ele sugeriu que, para ingressar na universidade, os alunos deveriam passar por um sorteio, assim todos teriam oportunidade. Já os alunos, discordaram. Porém, calma: o professor queria simplificar. A ideia seria um processo único na vida do estudante, somando notas ao longo de sua carreira escolar, e, então, se se atinge a soma determinada de pontos, passaria direto para universidade.

Monlevade vai mais longe e afirma: “a essência do professor não é ensinar, é garantir que o aluno aprenda, e pra isso, ele precisa ter um olhar avaliativo, continuo diante do aluno, porque avaliação se da na sala de aula”. Ele defende a ideia de poucas horas de trabalho e mais qualidade no acompanhamento do aluno pelo professor.

Mas, voltando à inauguração que não passa, aliás, vai deixando emoção, “pra mim foi uma emoção assim …(suspirou) que vou levar um mês para esquecer. Essas ideias que a gente tem há muitos anos e quando vê que ela se torna realidade, é como nascimento de um filho, que você fica nove meses esperando. O nascimento acaba sendo melhor que os 9 meses de gestação, é maravilhoso”. Ele ainda completa “o importante é inserir a Unilab no sistema de educação superior do Brasil”.

Durante a palestra, os alunos contribuíram com informações sobre a cultura local e a escolaridade. Segundo Monlevade, o pessoal está bem preparado para enfrentar uma universidade, “eles fizeram perguntas sinceras, pertinentes, inteligentes e vivenciadas, o nível de oralidade deles está perfeito para começar a caminhada acadêmica”.

Também participaram da mesa Rita Gomes Potyguara, representante indígena no Conselho Nacional de Educação, e Elvis Bruno, da Cred-8/Seduc.

Imprensa divulga inauguração. Acompanhe pelos links abaixo.

Diário do Nordeste
http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=987228

Opção da página em pdf:
http://virtual.diariodonordeste.com.br/eds/2011/05/26/A/paginas/pdf/A9.pdf

O Povo
http://www.opovo.com.br/app/opovo/ceara/2011/05/26/noticiacearajornal,2249152/ministro-e-governador-participam-de-aula-inaugural.shtml

Categoria