Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Exposição de Artesanato de Redenção movimenta Campus da Liberdade

Por
Data de publicação  08/08/2012, 18:08
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Trabalhos com palha, em madeira, com material reciclado, fuxico, bordado, crochê, pinturas em tecido. A diversidade do artesanato de Redenção encantou quem compareceu à Exposição de Artesanato de Redenção, realizada no fim da tarde desta quarta-feira (08) no Pátio do Bloco Administrativo do Campus da Liberdade. A iniciativa faz parte de uma das ações do projeto “Aqui se Faz, Aqui se Ganha” que tem como proposta realizar atividades que promovam o desenvolvimento local por meio do potencial cultural do município.

Exposição de Artesanato reuniu artistas de duas associações de Redenção

A coordenadora de Extensão da Unilab, Sâmia Nagib Maluf, explica que a Exposição de Artesanato é um dos resultados de um ano de trabalho do Projeto. “Nesse processo de ajudar a construir a identidade de Redenção, fizemos um trabalho de convencimento desses artesãos, de mobilizá-los, de trabalhar a auto-estima deles para que eles viessem e realizassem a exposição de seus trabalhos”, explica. Os artesãos fazem parte de dois grupos: Associação dos Artesãos de Antônio Diogo e do Grupo de Artesanato Libertar.

Segundo Sâmia Nagib, o projeto “Aqui se Faz, Aqui se Ganha” promoverá cursos de capacitação para os artesãos para que eles aprimorem as técnicas. “Desta forma, eles poderão agregar mais valor a seus produtos”, diz. A Exposição de Artesanato será realizada na segunda quarta-feira de cada mês. Sâmia explica que o trabalho com os artesãos é um dos preparativos para a realização da “Festa da Liberdade”, que será comemorada em janeiro no município de Redenção.

Sâmia Nagib e a artesã Lucimar

Antônia Lucimar do Nascimento, moradora de Redenção, trouxe para a Exposição bonecas e utensílios feitos com material reciclado. Para ela, a visibilidade dada a seu trabalho é uma oportunidade de incrementar a renda familiar. “Tem muita gente que não valoriza o artesanato, mas com exposições como esta nós conseguimos mostrar o valor do nosso trabalho”, diz.

José Itamar trabalha com madeira

José Itamar Silveira Duarte, vice-presidente do Grupo de Artesanato Libertar, também levou seu trabalho em esculturas de madeira para a exposição. Ele conta que já teve peças compradas por pessoas de outros municípios e de outros Estados como Rio Grande do Norte e São Paulo. “Quando a gente tem a oportunidade de divulgar o nosso trabalho, a gente vê que tem muita gente que gosta. Assim, a gente vai ficando conhecido não só aqui”, diz.

Verônica diz que iniciativas como a da Unilab fortalece os artesãos

Maria Verônica Silva Lemos é uma das artesãs da Associação dos Artesãos de Antônio Diogo. Ela avalia que para a entidade iniciativas como a promovida pela Unilab fortalece o movimento e auxilia na promoção da auto-estima entre os artesãos. “Muitos nem apresentavam seus produtos porque não sabiam como. Agora, com a associação, a gente se organiza e apresenta a nossa arte”, diz. E o trabalho da entidade também se preocupa em repassar o conhecimento. “Eu dei uma oficina de artesanato lá no Antonio Diogo (zona rural de Redenção) e foi muita gente aprender com a gente”, afirma.

Seminário

A Exposição de Artesanato faz parte de uma ampla programação do Projeto “Aqui se Faz, aqui se Ganha” que segue até sexta-feira (10), no Campus da Liberdade, em Redenção. Nesta quinta-feira (09), às 19 horas, será a abertura do Seminário “Aqui se Faz, aqui se Ganha” com a apresentação cultural Grupo de Violões da Associação Artística, Cultural e Educacional de Redenção.

Às 19h15min, serão apresentados os resultados do projeto com o objetivo de compartilhar as experiências e resultados vivenciados pelo projeto ao longo de um ano de atividade. O evento é realizado pela Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), com o patrocínio do Bando do Nordeste do Brasil (BNB) e em parceria com a Unilab e a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Redenção. Durante a atuação do projeto, já foram desenvolvidas diversas ações como entrevistas e aplicação de questionários com moradores de Redenção, seminários, oficinas e reuniões com representantes de vários segmentos.

A programação desta quinta conta ainda com a apresentação do projeto “Festa da Liberdade”, elaborado de maneira coletiva durante as oficinas de planejamento do Projeto “Aqui se Faz, Aqui se Ganha”. O projeto da festa pretende atender demandas locais em diversas áreas, como educação, economia e cultura. Atualmente, os idealizadores estão buscando financiamento para o desenvolvimento das ações do projeto.

O Seminário continua nasexta-feira, dia 10, às 19h, com a apresentação do Plano Municipal de Cultura do Município de Redenção, feita pela secretária municipal de cultura, Terezinha Lisiê Freire, e a palestra sobre políticas públicas, com a presença da secretária adjunta da Secretaria de Cultura do Ceará, Maninha Morais. Durante a programação do dia 10, o encontro vai receber o grupo de capoeira da Fundação Água de Beber.

Programação Completa 

[gview file=”http://www.unilab.edu.br/wp-content/uploads/2012/08/CONVITE-E-PROGRAMAÇÃO-seminário-Aqui-se-faz-Aqui-se-ganha.pdf”]

Categoria