Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Representantes municipais discutem Plano de Desenvolvimento Regional do Maciço

Data de publicação  05/12/2012, 13:52
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Evento aconteceu nesta quarta-feira (05), no Anfiteatro da Unilab

Prefeitos e vereadores eleitos, representantes da gestão municipal e de instituições parceiras, líderes comunitários e integrantes do Comitê Supramunicipal do Maciço de Baturité participaram, na manhã desta quarta-feira (05), dos eventos PDR+10 e Gestão Pública – uma avaliação dos 10 anos do Plano de Desenvolvimento Regional do Maciço e o II Encontro de Lideranças do Maciço de Baturité. A iniciativa foi realizada pela Associação dos Municípios do Maciço de Baturité (Amab) e pela Unilab.

Reitor Paulo Speller

O reitor Paulo Speller fez a abertura do evento e falou sobre a importância das parcerias para o desenvolvimento de atividades que favoreçam a região do Maciço de Baturité. Em seguida, ele apresentou as principais ações da Unilab nas áreas de graduação, especialização, pesquisa e extensão. ”A universidade se coloca a disposição para contribuir com os projetos que estão sendo realizados na região. Temos recebidos demandas tanto da sociedade civil como de gestores municipais”, disse.

Inês Távora

O Plano de Desenvolvimento Regional do Maciço, criado em 2002, completa este ano 10 anos de existência. A secretária executiva da Amab, Inês Távora, comemora este momento. “O PDR é muito importante para o desenvolvimento de cada município do Maciço, porque aponta quais são as demandas da região. Agora, iremos avaliar e lançar propostas de modernização”, explicou a secretária.

Luiza Mota

A assistente social e membro do Comitê Supramunicipal do Maciço de Baturité, Luiza Mota, comentou sobre o processo de consolidação do Plano. “O documento foi elaborado de forma participativa e contribuiu para a integração entre os municípios. O Maciço foi o primeiro a criar um plano regional no Ceará”, esclareceu. Sobre o documento, ela avaliou: “Com o Plano, a inclusão de ações dentro do Plano Plurianual do Governo do Estado do Ceará ficou mais fácil. Nós temos mais poder de reivindicação sobre as demandas solicitadas, como é o caso da estrada que liga as cidades de Capistrano e Aracoiaba, o fortalecimento das APAS e a própria Unilab”. Ao todo, o documento apresenta 46 intervenções em oito diferentes temas.

Roberto Otoch

Um dos palestrantes do evento foi o secretário de meio ambiente do município de Mulungu e diretor da Biodiversidade da Fundação Mata Atlântica Cearense, Roberto Otoch. Ele explanou sobre os principais pontos do Projeto de Estações de Desenvolvimento Ambiental Sustentáveis (EDAS). “Este projeto consiste em unidades de conservação que vão difundir tecnologias para a preservação ambiental, enfatizando os programas de sistemas agroflorestais, turísticos e sociais para a região. A primeira que pretende ser implantada é na Serra de Baturité, mas o projeto contempla em mais oito áreas do estado, como Serra Grande, na Ibiapaba, Araripe, Quixadá, Tauá, Pacatuba, Maranguape e Meruoca”. Ainda segundo Roberto, a ideia é que esta ação tenha como principal agente financiador o Consórcio Ambiental do Estado do Ceará (Condace), que conta com a parceria de 18 empresas que fazem parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará.

Roberto Galvão

Na ocasião, o presidente do Instituto Olhar Aprendiz, Roberto Galvão, fez o lançamento da publicação “Olhar Aprendiz: arte-educação e cidadania cultural”. No final da manhã, o pró-reitor de Planejamento, Fernando Afonso, ministrou a palestra “Os Instrumentos de Gestão e o Planejamento da Gestão Pública”, em que a partir da experiência de atuação da Unilab contribuiu para esclarecer e dar orientações aos participantes sobre a prática do planejamento, dando destaque ao trabalho exercido pelos gestores municipais.

Categorias