Engenharia de Alimentos

  • Turno: Integral (Matutino e Vespertino)
  • Regime: Semestral
  • Campus: Auroras, Redenção/CE
  • Grau: Bacharel
  • Duração: 10 semestres
  • Vagas anuais: 80
  • Entradas: duas por ano
  • Forma de ingresso no curso: SISU (Brasileiros) e PSEE (Estrangeiros)

Perfil do Curso

O curso de Engenharia de Alimentos da Universidade da Integração da Lusofonia Afro-brasileira (UNILAB), foi concebido numa perspectiva inovadora, a partir da ideia de que não é possível obter novas respostas, se as perguntas formuladas são as mesmas. A formação em tecnologia de alimentos no Brasil iniciou no final dos anos 60, período marcado pela industrialização do setor alimentar, onde as demandas e desafios eram outros, em grande medida distintos dos atuais. Contudo apesar das transformações contemporâneas, não ocorreram mudanças significativas na essência dos cursos de Engenharia de Alimentos ao longo das últimas décadas. De outro lado, nesse período, as mudanças na sociedade foram intensas, e a concepção do curso necessita dialogar de forma profunda com a filosofia da Unilab e com as demandas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Assim para além das questões clássicas pertinentes a um curso convencional de Engenharia de Alimentos, a exemplo daquelas associadas a sanidade dos alimentos, 12 demandas da indústria e inovações tecnológicas, o curso se propõe a integrar uma perspectiva multidisciplinar, na qual o alimento não tem apenas o papel de nutrir e cumprir funções fisiológicas, mas, pode ser compreendida como um ato social que incorpora multidimensões dos indivíduos e da sociedade. A produção, transformação e comercialização de alimentos é um campo vasto para promoção da inclusão produtiva, da igualdade social, soberania e segurança alimentar dos povos, questões tão caras e urgentes aos países da CPLP.

No contexto geral e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a Engenharia de Alimentos tem uma contribuição fundamental, baseada na necessidade de empreender, otimizar recursos, promover o auto aprovisionamento das famílias, potencializado por meio de princípios básicos de transformação e conservação de alimentos, tendo como norte, tecnologias que possam ser apropriadas pelas comunidades.

O curso aposta numa construção teórico-metodológica alternativa buscando valorizar a indústria de transformação de alimentos a partir de suas diferentes fontes estimulando o empreendedorismo.

A perspectiva teórica do curso traz à tona o respeito a cultura e tradições locais, como elemento central do debate sobre sistemas agroalimentares e uma abordagem que permite associar novas tecnologias com o acolhimento de práticas e saberes tradicionais. Um diálogo que permite que a inovação e a tradição se tornem aliados na construção do conhecimento.


Objetivos do curso

O curso de Engenharia de Alimentos da UNILAB tem por objetivo principal formar profissionais capacitados ao desempenho das atividades referentes à indústria de alimentos; acondicionamento, preservação, distribuição, transporte e abastecimento de produtos alimentares; seus serviços afins e correlatos.


Alguns objetivos específicos:

1. Proporcionar uma elevada formação no campo da Engenharia de Alimentos, como ferramenta necessária à atuação profissional;

2. Desenvolver a capacidade de estimular processos de inclusão social e de fortalecimento da cidadania, por meio de ações integradas, que tenham em conta as dimensões: ética, social, política, cultural, econômica e ambiental;

3. Estimular os alunos para a elaboração e execução de projetos técnicos ou de pesquisa científica que visem o empreendedorismo, geração e distribuição de renda;

4. Compreender, criar, manter, estimular e apoiar iniciativas de desenvolvimento rural sustentável;

5. Incorporar o pensamento científico, na sua lógica e práxis, na formação dos Engenheiros de Alimentos.

Perfil do Egresso

O curso de Engenharia de Alimentos é voltado a formação de um profissional generalista. Este profissional deve atuar no desenvolvimento de produtos e de processos da indústria de alimentos e bebidas, em escala industrial, desde a seleção da matéria-prima, de insumos e de embalagens até a distribuição e o armazenamento. Projetar supervisionar e coordenar processos industriais; identificar, formular e resolver problemas relacionados à indústria de alimentos; supervisionar a manutenção e operação de sistemas. Atuar no controle e na garantia da qualidade dos produtos e processos. Desenvolver tecnologias limpas e processos de aproveitamento dos resíduos da indústria de alimentos que contribua para a redução do impacto ambiental. Buscar o desenvolvimento de produtos saudáveis, com características sensoriais que atendam ao consumidor. Coordenar e supervisionar equipes de trabalho, realizar estudos de viabilidade técnico-econômica, executar e fiscalizar obras e serviços técnicos e efetuar vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres técnicos. Em suas atividades, deve considerar sempre os aspectos referentes à ética, à segurança e aos impactos ambientais e sociais.

O curso de Engenharia de Alimentos da UNILAB deve proporcionar aos seus egressos ao longo de sua formação um perfil profissional que garanta e estabeleça as seguintes habilidades e competências gerais para a formação do Engenheiro de Alimentos:

  • I – Formular e conceber soluções desejáveis de engenharia, analisando e compreendendo os usuários dessas soluções e seu contexto;
  • II – Analisar e compreender os fenômenos físicos e químicos por meio de modelos simbólicos, físicos e outros, verificados e validados por experimentação;
  • III – Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos (bens e serviços), componentes ou processos;
  • IV – Implantar, supervisionar e controlar as soluções de Engenharia;
  • V – Comunicar-se eficazmente nas formas escrita, oral e gráfica;
  • VI – Trabalhar e liderar equipes multidisciplinares;
  • VII – Conhecer e aplicar com ética a legislação e os atos normativos no âmbito do exercício da profissão;
  • VIII – Aprender de forma autônoma e lidar com situações e contextos complexos, atualizando-se em relação aos avanços da ciência, da tecnologia e aos desafios da inovação.

Documentos do Curso


Formulários

  • Formulário Segunda Chamada
  • Formulários e Requerimentos

Coordenação do Curso

Coordenadora: Prof. Dr. Jaqueline Sgarbi Santos (coordengalimentos@unilab.edu.br)
Secretaria do Cursos:  Itamar Gomes Lobo Filho (secretengalimentos@unilab.edu.br; itamar@unilab.edu.br)
Telefone:

Ocultar área secundária
Ícone de seta para alternar a visualização da sidebar