Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab: Número de brasileiros inscritos no processo seletivo supera expectativas

Data de publicação  01/02/2011, 00:00
Postagem Atualizada há 10 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Mais de 3 mil estudantes se inscreveram para participar do primeiro processo seletivo para brasileiros da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). As graduações mais concorridas foram enfermagem e administração com mais de 23 candidatos por vaga. Segundo o reitor Paulo Speller superou as expectativas. “Esse número de inscritos é, no mínimo contagiante, considerando que este é o primeiro ano da Unilab”. As inscrições para os candidatos residentes no Brasil foram encerradas ontem, 31.

O início das aulas, para o ano letivo de 2011, será no dia 14 de março de 2011, no Campus da Liberdade em Redenção/CE.

A Unilab abriu 360 vagas, sendo 180 para estudantes estrangeiros dos países que integram a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), entre eles Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste e 180 para estudantes brasileiros. Os cursos oferecidos são Agronomia (Bacharelado), Administração Pública (Bacharelado), Ciências da Natureza e Matemática (Licenciatura), Enfermagem (Bacharelado) e Engenharia de Energias (Bacharelado).

Encontra-se em fase de licitação a construção de mais um Campus que será chamado de Campus das Auroras. A previsão para o início das obras é para 2012. A universidade será, basicamente, uma cidade com toda a infraestrutura que o estudante precisa durante o processo de formação superior. O Campus projetado disporá dos mais modernos laboratórios de tecnologia, sistema de informação e ciências, biblioteca, restaurantes, moradia para os estudantes e professores, áreas verdes, entre outros tudo modernizado e atualizado e, principalmente, respeitando o meio ambiente, através das ações de sustentabilidade aplicadas a obra. Tudo isso será construído em 135 hectares de terra, doados pelo Governo do Estado do Ceará, em Redenção, a 57 quilômetros de Fortaleza.

Categoria