Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Prefeitura de Redenção recebe Selo de Educação para Igualdade Racial

Data de publicação  20/03/2011, 00:00
Postagem Atualizada há 10 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
Prefeitura de Redenção recebe Selo de Educação para Igualdade Racial
O Selo de Educação para Igualdade Racial vai premiar nesta segunda feira, (21), em Brasília, experiências de Educação para a Igualdade Racial, realizadas pelas Unidades Escolares de Educação Básica, Secretarias de Educação Municipais e Estaduais.Entre as premiadas estão a prefeitura de Redenção/CE, e de São Francisco do Conde/BA. Ambas desenvolvem trabalhos em parceria com a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Durante o evento as iniciativas vencedoras receberão um conjunto de objetos simbólicos. Entre os objetos estão um estandarte, um diploma e 10 broches oferecidos às instituições como símbolos de distinção. Além desses, as instituições contempladas com o Selo receberão um kit de livros e outros materiais didáticos que auxiliem no processo pedagógico voltado para a implantação das diretrizes da lei 10639/2003.

O Selo é oferecido as melhores iniciativas realizadas, no período de 2009 e 2010, voltadas ao desenvolvimento das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana. A data escolhida para entrega do prêmio está ligada as comemorações do Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, comemorado no dia 21 de março.

Os principais objetivos do Selo são divulgar o Plano Nacional de Implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e destacar as boas experiências colocadas em ação e difundir a aplicação dessas práticas.

De acordo com a assessoria do prêmio, as inscrições chegaram a 63 experiências diferentes. Dessas 16 foram contempladas, sendo nove na região do Nordeste e duas no Estado do Ceará.

O prêmio é realizado pela Secretaria de Promoção de Políticas de Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR), em parceria com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação (SECAD), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) e com Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED).

Categoria