Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Estudantes improvisam e criam novas personagens para Teatro do Oprimido

Data de publicação  27/07/2011, 00:00
Postagem Atualizada há 10 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
Como havia sido programado, o grupo de estudantes da Unilab que participou da oficina de Teatro do Oprimido na quarta-feira, 20, fez a segunda apresentação da esquete na sexta-feira, 25. Desta vez, o palco improvisado foi o bloco didático. O desempenho teatral mereceu elogios e aplausos de todos os presentes.
Os dois grupos no palco improvisado, dividindo a cena
Após a palestra sobre Saúde Ambiental, com o professor Eddie William, da Uece, o grupo dirigido pelo professor, produtor cultural e colaborador da Unilab, Fernando Leão, arrancou risos dos presentes. A proposta do diretor foi mantida e, após a apresentação, Fernando abriu espaço para os estudantes, que, na base do improviso, apontaram novo desdobramento para a situação de conflito criada, em relação à Copa do Mundo de 2014, envolvendo desapropriação de imóveis e abuso de poder econômico.
Diretor Fernando Leão orienta ‘novos’ atores para a trama
Novas personagens foram agregadas à cena como o marido da comerciante e amigos que se somaram à mãe e filha, com o objetivo de impedir a negociação do imóvel. Chegaram a indicar a prisão do oficial de justiça…
João Pascoal (de paletó) arrancou risos como oficial de justiça 

Ao final, a trama ficou em aberto, pois o impasse não se resolveu. Para Fernando Leão, porém, ficou a certeza de que a atividade com os estudantes cumpriu o objetivo proposto. As professoras Jacqueline Freire e Stela Meneghel encerraram a atividade. “Queria parabenizar o Fernando e os estudantes que mostraram potencial para o teatro. Da mesma forma os colaboradores da tarde de hoje, que se agregaram ao grupo que, efetiamente, começa agora. Ficam, assim, sugestões para outras cenas futuras, além de novas discussões”, finalizou Stela.
Categoria