Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab faz homenagem com café da manhã e flores

Data de publicação  30/09/2011, 19:39
Postagem Atualizada há 10 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
Ela é uma pessoa que sabe guardar segredos e o segredo do sucesso das instituições, organizações e empresas tem sido contar com a sua eficiência e fidelidade. Para comemorar o Dia da Secretária, 30 de setembro, a Unilab reuniu na manhã desta sexta-feira, profissionais e colaboradores de secretariado para homenagem e reconhecimento pelo seu trabalho.

A homenagem contou com a presença da equipe da Universidade, que se confraternizou na sala de reuniões. Fátima Portela, coordenadora da Biblioteca Universitária, fez a saudação inicial lendo um texto sobre as múltiplas atividades das secretárias e secretários.
Em seguida, a vice-reitora Maria Elias fez questão de agradecer a todas e todos pela colaboração e lembrou a relevância do papel do profissional que tem “formação voltada para a gestão e o pensa na perspectiva da Unilab, no sentido de construir. São profissionais que não fazem apenas o que se pede, mas que têm iniciativa, são pró-ativos e vislumbram soluções. Neste momento de construção da Unilab é de grande importância o papel dos profissionais e colaboradores de secretariado”, destacou a professora Maria Elias.
O ponto alto da homenagem ficou por conta da entrega de botões de rosas, na cor vermelha para os homens e rósea para as mulheres. As rosas foram entregues pela pró-reitora de Administração e Planejamento da Unilab, Adenia Guimarães, pelo engenheiro Plínio Nogueira Maciel Filho, coordenador de Infraestrutura e Desenvolvimento da Universidade, e pelo professor Rodrigo Azevedo, do curso de Agronomia.
Em reunião paralela ao momento de acolhida, o reitor Paulo Speller parabenizou os profissionais que desenvolvem atividades de secretárias e secretários dos diferentes segmentos da Universidade. “Quero também me congratular nesta homenagem às pessoas que nos ajudam a construir a Unilab”, afirmou o Reitor.

Como tudo começou

A profissão de secretariado surgiu no Egito há 500 anos antes de Cristo (a.C.). Os secretários eram os escribas e dominavam a escrita, faziam contas, classificavam os arquivos, entre outros serviços.

Durante a segunda fase da Revolução Industrial (fase esta iniciada em 1860), Christopher Sholes inventou um tipo de máquina de escrever. Sua filha – Lilian Sholes – testou tal invento, tornando-se a primeira mulher a escrever numa máquina, em público.
Lilian Sholes nasceu em 30 de setembro de 1850 e, por ocasião do centenário de seu nascimento, as empresas fabricantes de máquinas de escrever fizeram diversas comemorações. Entre elas, concursos para escolher a melhor datilógrafa.

Tais concursos alcançaram sucesso, passando a repetir-se anualmente, a cada 30 de setembro. Como muitas secretárias participavam, o dia passou a ser conhecido como o “Dia das Secretárias”.
Com o surgimento das associações da classe de secretárias do Brasil, apareceram os movimentos para o reconhecimento da profissão. Das atividades das associações, uma das conseqüências foi a divulgação e popularização do dia 30 de setembro como sendo o “Dia da Secretária”.

Em alguns Estados brasileiros o dia foi oficialmente reconhecido. Em São Paulo, por exemplo, a lei nº 1.421, de 26/10/1977, reconhece e oficializa 30 de setembro como o “Dia da Secretária”. Há também o “Dia Internacional da Secretária”, que é comemorado na última 4ª feira do mês de abril.
São Jerônimo é o Santo protetor das Secretárias. Ele foi secretário do Papa Dâmaso, que governou a Igreja Católica de 367 a 384 e seu dia é 30 de setembro.
Categoria