Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab presente em seminário para superação da pobreza

Data de publicação  21/11/2011, 20:46
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – Unilab participou do seminário Tecendo Caminhos para Superação da Pobreza no Território do Maciço de Baturité. O evento, que aconteceu nos dias 18 e 19 de novembro, em Baturité (CE), discutiu as políticas públicas que tentam retirar da miséria uma parcela da população brasileira. Na manhã do primeiro dia do evento, o reitor da Unilab, Paulo Speller, lançou um desafio a todos os presentes, o projeto Unilab 2020.
A abertura, na manhã do dia 18, foi feita pelo deputado federal Eudes Xavier (PT) (foto acima) que ressaltou a importância da união entre todos os municípios do Maciço na busca de alternativas que possam diminuir os índices de pobreza através do investimento em setores básicos como educação e saúde e também da geração de emprego e renda.
Na ocasião estiveram presentes os prefeitos de: Aratuba, Júlio César; de Capistrano, Cláudio Saraiva; de Mulungu, Mansueto Martins; de Baturité, Silvana Vasconcelos; de Aracoiaba, Marilene Campelo; de Pacoti, Rômulo Gomes; de Palmácia, Cláudio Mota; de Redenção, Francisca Torres (Cimar) e também o prefeito de Caridade, em exercício, Ari Botelho, além do secretário estadual da Cultura, Francisco Pinheiro. O prefeito de Guaramiranga, Luís Eduardo Viana, participou do seminário no sábado.
Logo após a fala de Eudes Xavier, o público apreciou a apresentação de uma parte do Grupo de Flauta do Projeto Cidadania como Arte e Cultura, da Santa Casa de Baturité, formado por 180 crianças, entre 7 e 14 anos, todos de baixa renda, com coordenação de Tony Lopes. No repertório, músicas como Xote das Meninas e também uma canção natalina.
Um painel intitulado “Pobreza no Brasil e no Nordeste: desafios e perspectivas” iniciou o seminário que teve a presença do reitor Paulo Speller, e do secretário estadual de Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins.  A ideia foi detalhar o perfil da pobreza no Brasil, que, apesar dos avanços obtidos com os programas sociais, ainda possui 16 milhões de brasileiros vivendo em extrema pobreza.
Ao iniciar sua explanação, Paulo Speller citou dados do IBGE que mostram que, de cada cinco cearenses, um vive em extrema miséria, recebendo até R$ 70,00 por mês, totalizando 20% da população do estado. Na ocasião, ele falou que, apesar dos avanços obtidos com as políticas públicas de combate a miséria, ainda há muito a ser feito, acrescentando que o Ceará se destaca, hoje, no cenário nacional, pois está conseguindo aliar o desenvolvimento econômico ao desenvolvimento social, na medida em que diminui a concentração de renda.
Ao reforçar o papel da Unilab dentro do projeto de desenvolvimento do Maciço de Baturité, Speller lembrou a atuação de Eudes Xavier, que foi o relator do projeto de criação da Universidade. O reitor da Unilab aproveitou a presença das diversas autoridades e lançou um desafio aos presentes: o Unilab 2020, projeto que já recebeu o aval da Unesco. A ideia é, nos próximos oito anos, realizar diversas ações na área da Educação dentro dos municípios do Maciço de Baturité, contando com parcerias dos governos municipais, estadual e federal, além da Unilab.
No período da tarde foi apresentado o Plano Brasil Sem Miséria, com foco nos dados do estado do Ceará. A coordenação da mesa foi do deputado federal Eudes Xavier, e os expositores foram o professor Carlos Manso, do Laboratório de Estudos da Pobreza (LEP) da Universidade Federal do Ceara (UFC); e o secretário de Desenvolvimento Territorial do MDA, Jerônimo Rodrigues. Também participaram representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), entre outros.
O segundo e último dia do seminário foi encerrado com o painel “As ações de superação da pobreza no território do Maciço de Baturité”, às 9h, que teve a participação da pró-reitora de Graduação da Unilab, Jacqueline Freire. Entre os debatedores, o senador José Pimentel, que apresenta o programa Água para Todos; o secretário do MDA, Jerônimo Rodrigues; e o representante do Colegiado do Território da Cidadania no Maciço de Baturité, Silvanar Soares. Ao final do evento, foi lançada a Carta de Compromisso do Território do Maciço de Baturité.
A realização foi da Câmara dos Deputados, com o apoio da Unilab, do Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA, da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará – SDA e da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Economia Solidária.
Categoria