Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

ForGRAD discute rumos do ensino superior no Brasil

Data de publicação  09/02/2012, 12:38
Postagem Atualizada há 10 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Fortaleza sedia até sexta-feira (10) o Encontro Regional Nordeste do Fórum de Pró-Reitores de Graduação das Universidades Brasileiras (ForGRAD). As atividades são realizadas no Hotel Marina Park e contam com a presença de mais de 80 representantes de instituições de ensino superior de todas as regiões do país, principalmente do Nordeste e Sudeste brasileiros. A Unilab presta apoio institucional à UFC na promoção do evento. Nesta edição, estão sendo discutidos “A Expansão da Educação Superior no Brasil e as perspectivas para o Nordeste”; “Formação para a docência no Ensino Superior” e  “Qualificação da Educação Básica”.

 

Para a pró-reitora de Graduação em exercício da Unilab, Andrea Linard, “o que é interessante neste fórum é que nós discutimos os assuntos mais relevantes para o ensino superior do país e redefinimos algumas práticas de ensino. Outro fator importante é a troca de ideias e experiências com universidades de todo o país”. Andrea Linard disse ainda que ao fim do encontro regional será elaborada uma carta com a síntese de todas as discussões. Este documento vai ser levado pelo Fórum de Pró-Reitores de Graduação ao Ministério da Educação para subsidiar a criação de novas políticas e aperfeiçoamento das que já existem.

Andrea Linard, pró-reitora de Graduação da Unilab em exercício

Na manhã desta quinta-feira (09), um dos temas abordados foi “A Qualificação da Educação Básica e o PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência)”. Quem conduziu a conferência foi o coordenador geral de Desenvolvimento de Educação de Conteúdos Curriculares e Modelos Experimentais da CAPES, Hélder Eterno da Silveira. Ele lançou uma provocação para os participantes: O que as Instituições de Ensino Superior esperam do PIBID e o que o PIBID-Capes espera das Instituições de Ensino Superior?

Hélder Silveira, coord. geral Desenvolvimento de Educação de Conteúdos Curriculares e Modelos Experimentais/Capes

Hélder Silveira destacou a importância do programa para a qualificação da educação básica e afirmou que em encontros como este é possível discutir novos elementos para aperfeiçoar as atividades. “O sucesso do PIBID é a institucionalização do programa, como um dos espaços possíveis para a formação do professor”, completa o conferencista.

O público contribuiu positivamente dando depoimentos e colaborações para melhorar o desempenho do PIBID tanto na formação dos estudantes quanto na melhoria da educação básica, através do acompanhamento dos professores da rede pública. Entre os desafios apresentados estão a criação de uma política de formação dos próprios professores universitários e a implantação de um plano de cargos e salários direcionado aos docentes do ensino fundamental.

PIBID

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) é uma proposta de valorização dos futuros docentes durante seu processo de formação. Tem como objetivo o aperfeiçoamento da formação de professores para a educação básica e a melhoria de qualidade da educação pública brasileira. Atualmente, o programa oferece 26.918 bolsas em todo o país. A meta para 2012 é chegar a 45 mil bolsistas.

O Pibid oferece bolsas de iniciação à docência aos estudantes de cursos de licenciatura que desenvolvam atividades pedagógicas em escolas da rede pública de educação básica; ao coordenador institucional que articula e implementa o programa na universidade ou instituto federal; aos coordenadores de área envolvidos na orientação aos bolsistas; e, ainda, aos docentes de escolas públicas responsáveis pela supervisão dos licenciandos. Também são repassados recursos de custeio para execução de atividades vinculadas ao projeto.

Na Unilab, 56 alunos do curso de Ciências da Natureza e Matemática são bolsistas do PIBID. Além das bolsas da Capes, a própria universidade oferece um programa institucional que amplia o número de estudantes beneficiados. Eles atuam na rede pública municipal de ensino em Redenção.

Categoria