Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab é apresentada à população de São Francisco do Conde-BA

Data de publicação  16/05/2012, 12:27
Postagem Atualizada há 10 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Vista aérea da cidade de São Francisco do Conde

As atividades acadêmicas da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira – UNILAB, Campus São Francisco do Conde (BA), terão início ainda neste ano de 2012. Diante disto, a Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde, através da Secretaria da Educação – SEDUC, em parceria com a UNILAB realizará no dia 18 de maio, no auditório da Câmara Municipal de Vereadores, das 8h às 13h, o I Seminário Regional “UNILAB – São Francisco do Conde: Perspectivas e Desafios”.

O objetivo do encontro é apresentar à comunidade local e municípios próximos a instituição como uma Universidade Pública Federal, que tem como finalidade fortalecer a integração internacional com países africanos e asiáticos, membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), entre eles: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. O seminário fortalecerá a visão da instituição de Ensino Superior, UNILAB, como um centro de referência e integração de conhecimento entre o povo brasileiro e os de etnias afro-lusófonas.

O reitor da Unilab, Paulo Speller, participará do Seminário acompanhado das pró-reitoras de Graduação, Jacqueline Freire; de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão, Stela Meneghel; de Administração e Planejamento, Adênia Guimarães; dos professores John Felix (representando a Coordenação de Educação a Distância) e Áurio Leocádio (Coord. do Curso de Especialização em Gestão Governamental) e do Coordenador de Infraestrutura, Plínio Nogueira.

Prédio onde vai funcionar Campus da Unilab em SFC

A inauguração do prédio cedido pela Prefeitura de São Francisco do Conde que vai abrigar o Campus da Unilab está prevista para o dia 12 de junho. O local indicado pelo município para o funcionamento da universidade possui dois pavimentos, contendo 12 salas de aula, laboratórios, auditório para 135 lugares, refeitório, biblioteca e quadra poliesportiva.

A efetivação do projeto do Campus da Unilab em São Francisco do Conde inclui convênios de cooperação técnica com as universidades federais da Bahia (UFBA) e do Recôncavo Baiano (UFRB). A UFBA e a UFRB vão apoiar a Unilab na implantação do projeto pedagógico, construção de matriz curricular e todo o processo institucional que a universidade precisa pra iniciar as atividades, previstas para o segundo semestre de 2012, com orçamento próprio do Mec. Na primeira fase, está sendo planejada a oferta de cursos de Especialização e Extensão. A partir de 2013, a meta é oferecer os primeiros cursos de Graduação. Para tanto, o esforço atual está concentrado no levantamento das demandas da região para direcionar as áreas de estudo, de acordo com as necessidades da sociedade em geral.

São Francisco do Conde

São Francisco do Conde, terceira cidade do Recôncavo Baiano, tem 31. 699 habitantes, segundo o IBGE. É considerado o município de maior população negra declarada no censo (maior que 90%). A cidade pertenceu ao termo de Salvador até 1697, quando foi emancipado. É o município brasileiro com maior produto interno bruto per capita. A arrecadação municipal de impostos ligados à produção e refino de petróleo pela refinaria RLAM, da Petrobras, é de cerca de R$ 200 milhões/ano, de acordo com o IBGE.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Francisco do Conde

Categoria