Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Guineenses são recepcionados por estudantes da Unilab

Data de publicação  18/06/2012, 12:33
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Jacqueline Freire (pró-reitora de Graduação) entre os estudantes

Representantes de Guiné-Bissau desembarcaram, na tarde do último dia 16, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, para iniciar uma nova etapa de estudos no Brasil. Os 11 jovens, sendo cinco mulheres e seis homens, vieram com o objetivo de cursar o Ensino Superior na Unilab, optando pelos seguintes cursos: Ciências Humanas, Letras, Administração Pública e Engenharia de Energias.

Estudante guineense, Marcelo Tomás

Marcelo Tomás Urem, 25 anos, é um dos guineenses que escolheu o curso de Letras. “Eu já conhecia o português, porque aprendi na escola e no Centro Cultural Brasil – Guiné-Bissau, em Guiné. Meu desejo é ser escritor”, sonha o novo aluno da Unilab.

Libânia Fernandes Cá, 19 anos, também vai cursar Letras. “Sempre quis fazer essa área. Mas quero me especializar em Relações Internacionais”, diz a estudante recém-chegada ao Brasil.

Estudante de Guiné-Bissau, Benibele Gomes Marques

Benibele Gomes Marques, 23 anos, já planeja a carreira acadêmica quando terminar os estudos. “Eu escolhi a Unilab para me formar e esse é o meu sonho. Meu país precisa de professores qualificados. Vou fazer Língua Portuguesa, mas quero me especializar em Direito, quero ser um jurista. Vou estudar e voltar para a minha terra”, garante o aluno.

Este é o último grande grupo de estudantes que chega à Unilab para iniciar as atividades a partir deste trimestre. Desde março, já desembarcaram em terras brasileiras representantes de Timor-Leste, Angola, Moçambique, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, entre outros, para estudar na Unilab e ter uma experiência de intercâmbio cultural no Brasil.

Projeto Travessia incentiva a integração entre calouros e estudantes veteranos

A Unilab, por meio da Pró-reitoria de Graduação e da Coordenação de Assuntos Estudantes (CAE), desenvolve o Projeto Travessia, no qual promove ações de acolhida e recepção dos novos estudantes, vindos de outros países, para que tenham uma integração mais harmônica com a Universidade e a cidade de Redenção. Segundo a pró-reitora de Graduação, Jacqueline Freire, o projeto tem proporcionado um clima de segurança e tranquilidade entre os alunos, que já chegam ao Ceará com informações sobre a Unilab, a rotina burocrática para se regularizar no Brasil e a vida em Redenção.

 

Categoria