Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Jovens alemães conhecem experiência da Unilab

Data de publicação  15/08/2012, 13:14
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Participantes se reuniram em uma roda para conversar sobre a Unilab

Na manhã desta quarta-feira (15), a Unilab recebeu jovens alemães que vieram conhecer a experiência da universidade e conversar com os estudantes. Eles fazem parte do projeto social Obra Kolping, que desenvolve ações comunitárias de assistência e promoção de organização popular em diversos países. Durante a visita na Unilab, eles conheceram a estrutura física e participaram de uma roda de conversa com estudantes e com os coordenadores de Arte e Cultura, Fernando Leão, e de Assuntos Estudantis, José Verísimo.

Os oito visitantes chegaram ao Ceará, no último dia 08, e estão hospedados na sede do projeto em Baturité, na comunidade da Manga. O objetivo é que eles visitem as 11 localidades do Maciço de Baturité onde são promovidas ações do projeto. Ao todo, no Ceará, há 15 comunidades beneficiadas. Os participantes ficam no Brasil até o próximo dia 04 de setembro.

Coordenadora da Obra Kolping no Ceará, Iracema da Silva Duarte

De acordo com a coordenadora da Obra Kolping no Ceará, Iracema da Silva Duarte, a ideia é fazer com eles conheçam a realidade das famílias destas comunidades. “Colocamos a Unilab na agenda da programação deles por causa trabalho que a instituição vem desenvolvendo e pela proposta de integração. A partir do intercâmbio, é importante que esses jovens mudem a impressão que eles têm do Brasil. Eles estão vivendo com as próprias famílias da localidade”, explicou a coordenadora.

A moradora Maria José Severo recebeu a hóspede alemã Simora Schleiter.

Uma das famílias é de Maria José Severo, que mora na comunidade da Manga e está muito feliz em hospedar uma das jovens alemãs. “O primeiro dia foi o mais difícil, mas depois a gente vai se entendendo. É com mímica ou falando o português bem devagar que ela entende. Gostei muito dela. Os meus filhos adoraram. Já se tornou quase uma pessoa da família”, destacou a moradora que recebeu a jovem Simora Schleiter.

Franziska Kandora conheceu a experiência da Unilab

Franziska Kandora está entre os alemães intercambistas. Durante a visita a Unilab, ela ressaltou: “é muito interessante como funciona a universidade, com essa troca de cultura entre os países. Deve ser muito bom discutir sobre diferentes culturas em sala de aula. É uma importante troca de experiências”, disse a jovem que concluiu os estudos em Sociologia e formação de pessoas.

Categoria