Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Comunidade acadêmica se reúne para discutir planejamento da Unilab

Data de publicação  17/10/2012, 12:40
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Alunos e servidores se encontraram no Anfiteatro da Unilab

Começa neste dia 17 a primeira etapa do Seminário de Planejamento da Unilab, que segue até amanhã (18), com debates, troca de experiências, apresentação de práticas exitosas em planejamento institucional e a visita guiada ao Campus das Auroras e dos Palmares. A segunda etapa do Seminário acontece nos dias 19 e 20 de novembro, quando será inaugurada a sede do Campus dos Palmares, local onde abrigará novas salas de aula e de professores, biblioteca e espaços de convivência.

Reitor Paulo Speller abre I Seminário de Planejamento

Para abrir o Seminário, o reitor deu boas vindas aos participantes e aos palestrantes convidados e falou da importância do planejamento para o atual momento da Unilab. “Estamos vivendo um processo de avanço significativo da nossa universidade, por isso é fundamental nós recebermos especialistas na área e participarmos de espaços com outras universidades para trocarmos experiências. Mas, para discutir planejamento, precisamos perceber o alto grau de complexidade da Unilab, que tem o perfil de internacionalização desde a sua fundação. Por exemplo, é um ledo engano pensar a estrutura daqui da mesma forma que as outras instituições”, declarou. O reitor citou ainda o desafio da área de Infraestrutura e de Tecnologia da Informação para o desenvolvimento das ações da Educação a Distância da Unilab, que já atendem estudantes moçambicanos.

Pró-reitor de Planejamento, Fernando Afonso

O pró-reitor de Planejamento, Fernando Afonso, agradeceu a todos os envolvidos na realização do seminário e fez uma breve introdução sobre teorias e práticas de planejamento e gestão ao longo da história. “No Brasil, entre Collor e FHC, houve a diminuição do Estado nacional, ocasionando a mínima intervenção do Estado na economia e nos serviços básicos para o bem-estar da população, como educação. A partir do governo Lula, o Estado passa a ser mais interventor e as universidades públicas começam a receber mais investimentos governamentais. E é nesse contexto que surge a Unilab”, explicou.

A mesa de redonda contou com a participação do coordenador de Planejamento da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Anderson de Barros Dantas, e do assessor de Planejamento da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Márcio Copriglione. Eles falaram sobre a vasta experiência na área de planejamento de cada uma das instituições

Coordenador de Planejamento da UFAL, Anderson de Barros Dantas

O representante da UFAL, Anderson de Barros Dantas, comentou sobre as vantagens e dificuldades em adotar a cultura do planejamento em uma instituição pública de ensino superior. “A Unilab já nasce de forma planejada e tem hoje a oportunidade de criar uma cultura do planejamento desde cedo, monitorando os prós e contras e aprendendo com os erros. Fazer planejamento não garante o acerto, mas é importante para se criar referências e construir o registro das ações planejadas e executadas”, ressaltou o coordenador. Sobre as dificuldades desse processo, ele esclareceu: “toda universidade é composta por processos complexos que não aceitam os modelos empresariais, então nós precisamos encontrar um modelo próprio para a universidade”. Segundo Anderson, a UFAL possui mais de 10 anos de trabalho voltados para a área de planejamento institucional.

Assessor de Planejamento da UFRN, Márcio Copriglione

Márcio Copriglione, assessor de Planejamento da UFRN, comparou este momento inicial da Unilab com o processo de refundação que a UFRN vem passando nos últimos anos. “Em 10 anos, nós dobramos a quantidade de alunos, hoje são mais de 35 mil, aumentamos o número de edificações e unidades acadêmicas, ou seja, há uma série de ações complexas que estão sendo planejadas. Essa é uma oportunidade para trocarmos experiências e aprendermos juntos como lidar com essas novas situações”, disse. Ele destacou ainda sobre o papel do plano diretor para a organização e funcionamento da instituição. “As universidades não são estruturas organizacionais verticais; não são como as empresas privadas, em que há um chefe que manda. Pelo contrário, a composição é colegiada, na qual é levada em consideração a reflexão e a livre capacidade de expressão e contestação. E isso é fundamental para a atuação da universidade. Então, o plano diretor é um grande guia que auxilia aos integrantes estarem em uma mesma direção”, complementou.

Fernanda Linard, Fernando Afonso, Plínio Maia e Ladislav Trupl

A programação do Seminário continuou à tarde com a apresentação dos setores que fazem parte da Pró-Reitoria de Planejamento, são eles: Coordenação de Tecnologia da Informação (CTI), Coordenação de Planejamento (Coplan) e Coordenação de Infraestrutura e Desenvolvimento (Cied).

Coordenador de TI da Unilab, Ladislav Trupl

O coordenador de Tecnologia da Informação da Unilab, Ladislav Trupl, apresentou os serviços de TI que atualmente são oferecidos no Campus da Liberdade da Unilab e os planos de expansão do atendimento na área. Ele destacou que já foi feito um planejamento de serviços de TI para atendimento aos Campi dos Palmares e das Auroras. Ele citou alguns serviços que futuramente estarão à disposição de professores e alunos como as teleconferências e a gravação das aulas e a disponibilização de seus conteúdos online. “Temos como meta nos tornarmos um modelo de referência no fornecimento de TI para as instituições de ensino”, afirma.

Coordenadora de Planejamento, Fernanda Linard

A coordenadora de Planejamento, Fernanda Linard, explicou que a Coplan atua no planejamento físico e institucional da Unilab. Na primeira atividade, cabe à Coplan viabilizar a expansão gradual da Universidade. No planejamento institucional, a Coordenação assessora tecnicamente os diretores das unidades nas definições de novos projetos. Ela explica que na área de planejamento físico, estão sendo pensadas em ações nos três Campi da Unilab no Ceará e no Campus da Universidade em São Francisco do Condi, na Bahia. São elas:

Campus da Liberdade

Ampliação do refeitório e adaptações; e reformulação de layouts da área administrativa

Campus dos Palmares

Programa de necessidades do Bloco Anexo II; urbanização da área do entorno do Campus dos Palmares; reforma do galpão de almoxarifado; elaboração de “layouts tipo” de laboratórios.

Campus das Auroras

1ª etapa: Projeto do restaurante universitário; projeto da biblioteca universitária e residência de trânsito para professores

2ª etapa: Unidade acadêmica II; bloco administrativo e concurso público de projeto de arquitetura para a Reitoria e Centro de Convenções.

Campus das Auroras (Expansão)

Está sendo estudada a possibilidade de aquisição de novas áreas para a expansão da universidade.

Campus de São Francisco do Conde (Bahia)

Plano Diretor do Campus da Unilab de São Francisco do Conde – fase de formatação de licitação para contratação de empresa; implantação de blocos anexos; e adaptação à estrutura existente no prédio doado pela Prefeitura para ser a sede da Unilab.

Coordenador de Infraestrutura, Plínio Maciel

O coordenador de Infraestrutura e Desenvolvimento, Plínio Maciel, também detalhou as interferências que estão sendo feitas nos Campi da Unilab. Após a exposição, os participantes do Seminário fizeram uma visita às obras do Campus das Auroras e do Campus dos Palmares. Na primeira parada, Plínio mostrou in loco as interferências que estão sendo feitas. Ele explicou que para agilizar o serviço, a construtora, a pedido da Unilab, dividiu a obra em quatro etapas que estão sendo construídas simultaneamente.

Alunos, professores e técnicos conheceram as etapas da obra

A construção do Campus das Auroras está em andamento

A unidade acadêmica foi dividida em quatro etapas que estão sendo construídas simultaneamente

No Campus dos Palmares, o primeiro galpão dos dois doados pela Prefeitura de Acarape para a Unilab já está em fase final de acabamento. Na estrutura interna, já é possível visualizar as salas de aula, a biblioteca e o refeitório. A primeira etapa do Campus dos Palmares será inaugurada no dia 20 de novembro. O Seminário de Planejamento da Unilab continua nesta quinta-feira (18) com a apresentação do Projeto Diretor da Unilab.

O Campus dos Palmares vai ser inaugurado no dia 20 de novembro

O grupo de visitantes conheceu as dependências do Campus dos Palmares

Espaço onde será instalada a biblioteca do Campus dos Palmares

Programação completa

[gview file=”http://www.unilab.edu.br/wp-content/uploads/2012/10/CARTAZ-PROGRAMAÇÃO-1º-SEMINARIO-DE-PLANEJAMENTO.pdf”]

 

Categorias