Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Começa I Seminário Interdisciplinar das Ciências da Linguagem no Cariri

Data de publicação  21/11/2012, 15:24
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

Sala de Atos da Urca

Começou nesta quarta-feira (21) o I Seminário Interdisciplinar das Ciências da Linguagem no Cariri (I SIC), promovido pela Universidade Regional do Cariri (Urca) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). O evento é realizado até sexta-feira (23) no Campus Pimenta da Urca, no Crato. A sessão solene de abertura foi realizada pelo professor da Urca Raimundo Luiz do Nascimento, presidente da comissão organizadora do evento; pelo reitor em exercício da Urca, prof. José Patrício Pereira Melo, e pela vice-reitora da Unilab, Maria Elias Soares.

Prof. Raimundo Luiz do Nascimento (pres. Comissão Organizadora do I SIC), Prof. José Patrício Pereira (reitor em exercício da Urca) e Maria Elias Soares (vice-reitora da Unilab)

Dentro dos três dias de evento, dez professores da Unilab participam da programação. Nesta quarta-feira (21), a vice-reitora da Unilab, Maria Elias Soares, fez a conferência de abertura: “Os Desafios da Formação do Profissional de Letras e sua Contribuição para o Desenvolvimento Regional Sustentável”. Antes de iniciar a apresentação do tema da conferência, Maria Elias disse que estava muito feliz em voltar à URCA depois de quase dez anos. Ela agradeceu a acolhida e parabenizou os professores e os estudantes de Letras pelos 52 anos de criação do curso.

Maria Elias Soares, vice-reitora da Unilab

Sobre os desafios da formação do profissional de Letras, Maria Elias Soares enfatizou o papel libertador e o compromisso social dos educadores. Durante a intervenção, a vice-reitora destacou o papel do Curso de Letras da Unilab, lançado recentemente, que tem uma proposta diferenciada dos demais.”Nós, da Unilab, devemos entender a língua portuguesa não apenas como língua materna. Como recebemos alunos das diversas nações da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), devemos encarar o ensino do Português como sendo língua materna, língua não-materna e até como língua estrangeira”, disse Maria Elias. Ela afirmou que esse desafio obriga os docentes a pensarem numa nova metodologia, que contemple a lusofonia em seus vários aspectos.

 I SIC

Os trabalhos acadêmicos apresentados no I SIC obedecem a seis eixos temáticos: Ensino e Aprendizagem de Língua Materna e Estrangeira; Análise Crítica do Discurso; Estudos sobre Multimodalidade; Estudos Bakhtinianos; Literaturas em Língua Portuguesa, Brasileira e Africana; e Linguagem, Cultura e Sociedade.

O I SIC tem como proposta proporcionar a integração das duas instituições, a interiorização dos estudos da linguagem a partir da divulgação e troca de conhecimentos resultantes de pesquisas científicas, trabalhos acadêmicos desenvolvidos por professores e pesquisadores da Urca e da Unilab, bem como da comunidade.

Para ver a programação completa, acesse: http://urca.br/sic/i/

Categorias