Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

O livro “A Influência Africana no Português do Brasil” é relançado pela Fundação Alexandre de Gusmão

Data de publicação  16/01/2013, 11:12
Postagem Atualizada há 9 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

A Fundação Alexandre de Gusmão, instituição pública vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, em parceria com a Fundação Casa do Penedo, comemora o centenário de nascimento do Embaixador Renato Mendonça, com a publicação do ensaio “A Influência Africana no Português do Brasil”. O livro, que teve a sua primeira edição em 1933, faz uma análise aprofundada sobre as interferências das línguas africanas no Brasil, além de discutir o contexto histórico do africano no país e listar algumas palavras de origem africana faladas em território brasileiro.

Segundo o livro, estas expressões que existem no Brasil foram incorporadas, especialmente, pela influência da presença dos negros escravizados no país. O vocabulário tem origem principalmente no quimbundo, pertencente ao grupo banto, que engloba inúmeras línguas e inclui cerca de três mil dialetos falados por diferentes povos espalhados pela África. No contexto da escravidão negra no Brasil, o quimbundo era a língua mais expressada no norte e sul do país. Palavras do cotidiano atual como sambar, xingar, maxixe, umbanda, forró, banguela, cachaça, cachimbo, têm origem na língua africana.

Sobre o autor

Nascido em 23 de dezembro de 1912, o diplomata e bacharel em Ciências e Letras, Renato Mendonça, é autor também de obras consagradas, como “Um diplomata na Corte da Inglaterra”, de 1942, “O português do Brasil: origens, evoluções, tendências”, de 1936, “História da política exterior do Brasil”, de 1942, e “Fronteira em marcha”, de 1956.

Ficha Técnica do livro

Título: Influência Africana no Português do Brasil, A

Autor: Renato Mendonça

Editor: FUNAG

Assunto: 1.Língua portuguesa. 2. África. 3. Etnografia. 4. Linguística. 5. Escravidão no Brasil.6. Fonética e morfologia. 7. Folclore. 8. Literatura. I. Título. II. Fundação Alexandre de Gusmão.

Ano de edição: 2012

Número de edição: 1

Número de páginas: 200

ISBN: 978-85-7631-399-1

Categoria