Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Conferência de abertura do Seminário discute os 10 anos de ensino de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira

Data de publicação  18/11/2013, 09:26
Postagem Atualizada há 8 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

destaque-seminario-internacional-arte-ciencia-e-diversidade (1)

O I Seminário Internacional Arte, Ciência e Diversidade terá início nesta segunda-feira (18), às 16h, no Anfiteatro do Campus da Liberdade, com a Conferência “10 anos de ensino de história e cultura africana e afro-brasileira: princípios e práticas de rupturas políticas e epistemológicas”, ministrada pela professora da Universidade Federal de São Carlos (USFCAR), Petronilha Beatriz Gonçalves da Silva. A abertura oficial será realizada pela reitora da Unilab, Nilma Gomes. O encontro terá ainda a presença do cordelista Chico Simião, que recitará a poesia de sua autoria “Minha linda Redenção”.

Após a cerimônia de abertura, os participantes poderão conferir a exposição “Panoramas Africanos – Vivências culturais e educação nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP)”, promovida pela professora da Unilab e coordenadora do ECOSS (Centro de Referência em Educação de Jovens e Adultos e Cooperação Sul-Sul), Jacqueline Freire. A exposição estará disponível para visitação no Pátio do Bloco Administrativo do Campus Liberdade.

O I Seminário Internacional Arte, Ciência e Diversidade tem como tema central “Educação para a liberdade: 10 anos de rupturas políticas e epistemológicas – Lei nº 10.639/03”, documento que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, incluindo no currículo oficial da rede de ensino fundamental e médio a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”. O objetivo do evento é criar um espaço de reflexões e debates sobre assuntos de políticas afirmativas e de diversidade étnico-racial, religiosa, cultural, sexual e de gênero, numa perspectiva interdisciplinar, além de celebrar o Dia do Zumbi dos Palmares, um dos líderes de quilombo, e o Dia da Consciência Negra.

O evento é promovido pela Unilab, em parceria com a Cátedra da Unesco/Unilab e a Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN).

Programação completa no LINK.

Categorias