Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Programação cultural na Unilab marca tributo a Amilcar Cabral

Data de publicação  10/12/2013, 16:46
Postagem Atualizada há 8 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
A Unilab e o Movimento Sem Terra (MST) realizaram nesta segunda-feira (09) uma homenagem a Amilcar Cabral, no pátio do Campus da Liberdade. A atividade fez parte do “Seminário Internacional sobre Economia Social e Solidária para a Soberania Alimentar”.

1

A homenagem evidenciou momentos marcantes da história de sua militância e, mais especificamente, da identidade política e do conhecimento construído por Amilcar Cabral em contribuição ao desenvolvimento da Identidade Nacional de Cabo Verde e Guiné-Bissau. Foram muitas as contribuições do trabalho desenvolvido por ele para o povo, como por exemplo, o conhecimento agrônomo e ações sociais em busca da independência.

 

Para a reitora prof. Nilma Lino Gomes, “esse tipo de iniciativa é importante, uma vez que lembra de pessoas que lutaram por um ideal de igualdade e justiça. Ainda segundo ela, o evento possibilita uma reflexão sobre o papel dos movimentos sociais na busca por um Brasil mais justo e democrático”. Na oportunidade, a reitora solicitou uma salva de palmas para o ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, como reconhecimento de seu trabalho em busca pela paz.

 

2

3

O evento teve a presença da pró-reitora de extensão arte e cultura, prof. Ana Lúcia Silva Souza, das representações do MST, Venceslau Araújo e Antônia Ivoneide Silva, e representante da Organização Não Governamental  Solidariedade Socialista (SOLSOC), Gilberto Costa. Estiveram também no tributo representantes de diversos movimentos sociais. Segundo Antônia Silva, “Amilcar buscou a liberdade de um povo e devemos resgatar seu exemplo como símbolo da luta e da resistência por pessoas que querem dominar um povo”.

 

5
A noite iniciou com acolhida dos participantes no Restaurante Universitário, onde houve degustação de um prato típico de Guiné-Bissau (caldo de amendoim) e seguindo a programação, houve entrega de homenagens aos convidados Braima Braiama Dabô, da Organização Não Governamental  PROCIVICUS,  em Guiné-Bissau, prof. Maria Estrela Silva,  Universidade Pública de Cabo Verde e Atelier Mar, prof. da UNILAB Mário Biague e à pró-reitora de extensão, arte e cultura, prof. Ana Lúcia Souza, além de recitação de poesia e outras intervenções  por estudantes da Unilab e outras instituições.

 

6

 

4

Categorias