Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

CPLP – Secretário executivo visita o Brasil e discute parcerias nas áreas de educação e agricultura

Data de publicação  30/01/2014, 10:21
Postagem Atualizada há 8 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

cplp-unilabNa sua primeira visita ao Brasil desde que assumiu em julho de 2012 o posto de secretário executivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), o embaixador Murade Murargy levou à mesa de conversações os planos do órgão de intensificar as parcerias nas áreas de educação e formação.

De acordo com o embaixador, a CPLP está interessada em desenvolver “um espaço de Ensino Superior” para formação de profissionais e intercâmbio de alunos. “A ideia é que a CPLP possa criar condições de cooperação no âmbito da formação, seja a nível técnico como a nível superior”, afirmou Murargy.

Murade Murargy

Murade Murargy, secretário executivo da CPLP.

O objetivo, segundo o secretário, é criar mecanismos de cooperação que permitam a mobilidade dos docentes, dos alunos e pesquisadores entre os oito Estados-membros da organização. De acordo com Murargy, a CPLP tem em mente uma espécie de “Erasmus”, o programa de intercâmbio de alunos e professores entre os países da União Europeia.

Agricultura é prioridade

A área de agricultura e alimentos, considerada prioritária na CPLP, também foi um dos temas tratados durante a visita do secretário executivo ao Brasil. Numa reunião na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), começaram as negociações para a formação de um acordo de cooperação multilateral.

A parceria também estará centrada em capacitação. Murade Murargy explicou que é preciso que “os institutos de investigação agronómica de cada um dos nossos países estejam fortalecidos e capacitados” para que a agricultura produza resultados.

Próxima cimeira da CPLP

Outro tema que também esteve na agenda das reuniões do representante da CPLP no Brasil foi a celebração dos 18 anos de fundação da Comunidade, comemorados este ano. É um momento de renovação, disse o secretário. “É necessário que os países reafirmem o seu compromisso com a criação desta organização”, afirmou Murargy.

Para os próximos meses, o foco deverá ser a preparação da cimeira de chefes de Estado, que acontece a cada dois anos. A próxima, em julho, acontecerá em Díli, uma vez que Timor-Leste assumirá a presidência rotativa da Comunidade.

Fonte: Deutsche Welle

Categorias