Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

PORTUGAL – Mais de 2.300 portugueses obtiveram autorizações de trabalho no Brasil o ano passado

Data de publicação  31/01/2014, 14:28
Postagem Atualizada há 8 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

banderia-portugal
Portugal aparece em quinto lugar na lista de cidadãos estrangeiros, liderada pelos haitianos, a quem foram passadas Carteiras de Trabalho pelas autoridades brasileiras em 2013.

Na lista, que tem os naturais do Haiti na primeira posição, com 11.882 carteiras de trabalho, Portugal surge na 10. posição, com 2.389 carteiras, sendo o primeiro país entre os estrangeiros não oriundos de países da América Latina.

Dos europeus, seguem-se a Espanha (10. posição) com 1.076 autorizações, a Itália (12. posição), com 901, a França (13.posição) com 616, e a Alemanha (18.posição) com 303.

Depois dos haitianos, as estatísticas do Ministério do Trabalho mostram que os que mais procuraram o Brasill para viver e trabalhar, entre 2012 e 2013, foram cidadãos da Bolívia, Paraguai e Argentina.

Dos países lusófonos, além de Portugal, os que mais receberam carteiras de trabalho foram nacionais da Guiné Bissau, na 19. posição, com 258, e de Angola, na 20. posição, com 242 carteiras de trabalho.

No total, o Ministério do Trabalho brasileiro emitiu o ano passado 41,4 mil carteiras, contra 27,1 mil em 2012.

Fonte: Portugal/Digital – Informação e comunicação luso-brasileira 

Categoria