Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

ANGOLA – ONU apoia políticas públicas do governo

Data de publicação  23/07/2014, 15:23
Postagem Atualizada há 7 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

banderia-angola

A representante em Angola do Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP), Courton Nacro, garantiu que a comunidade internacional está empenhada em apoiar as políticas públicas do governo angolano dirigidas à juventude.

“Os governos e a comunidade internacional estão, cada vez mais, conscientes da importância de providenciar recursos e oportunidades à todos os jovens, para aproveitar todo o seu potencial, enquanto indivíduos e cidadãos”, disse ele, em declarações à Radiodifusão Nacional de Angola.

O Ministério da Juventude e Desportos e o Fundo das Nações Unidas para a População promoveram na terça-feira (22), em Luanda, um encontro sob o lema “Investir nos jovens é construir Angola de amanhã”, para saudar o Dia Mundial da População, assinado em 11 de julho.

O encontro reuniu membros do Executivo, líderes religiosos e da sociedade civil. O Executivo tem um Plano Nacional de Desenvolvimento da Juventude, considerado instrumento político de referência nacional para dar solução aos anseios dos jovens.

No ano passado foi realizada uma campanha que culminou com a realização do Fórum Nacional da Juventude, onde as recomendações e conclusões deram mote para o Executivo definir as diretrizes e políticas para a juventude. Por orientação do Presidente José Eduardo dos Santos, foi realizado, em novembro também do ano passado, o primeiro Fórum Nacional da Juventude, que recomendou a elaboração do Plano Nacional de Desenvolvimento da Juventude, para o período de 2014 a 2017.

O documento destaca o compromisso do Executivo com as políticas públicas integradas e responde às preocupações e anseios dos jovens, melhorando e incentivando a sua participação e das organizações na realização das tarefas para o desenvolvimento do país.

Fonte: Revista África Today 

Categorias