Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Seminário aborda “Os Desafios da Tradição e Modernidade em África e suas Diásporas” no próximo dia 19

Data de publicação  14/11/2014, 13:21
Postagem Atualizada há 7 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

brasil-africa

No próximo dia 19, será realizado o seminário “Os Desafios da Tradição e Modernidade em África e suas Diásporas: Religião, Sexualidade e Saúde”, promovido pelo Núcleo de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros (NEAAB), vinculado à Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis (Propae), e o grupo de pesquisa da Unilab “África Contemporânea nas Relações Globais: Educação, Cultura e Política”. O evento ocorrerá no Anfiteatro do Campus da Liberdade, em Redenção, às 13h.

O seminário faz parte da celebração do Dia da Consciência Negra, comemorado no Brasil em 20 de novembro, e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Este encontro pretende discutir questões referentes à religiosidade, gênero, sexualidade e saúde com base nas intenções epistemológicas e políticas que visam o combate ao racismo, discriminação, xenofobia, dentre outras situações. Além disso, o evento tem como objetivo contribuir e incentivar o processo de inclusão e integração internacional das diversidades socioculturais que compõem a comunidade acadêmica da Unilab.

A primeira mesa do seminário discutirá o tema “África-Brasil: problematizando as questões de gêneros, sexualidade e saúde”, com a participação dos docentes da Unilab Rebeca Alcântara Meijer, Carlos Eduardo de Oliveira Bezerra e Bas´ilele Malomalo, com a mediação do professor Luís Tomás Domingos, coordenador do NEAAB.

O segundo debate terá como temática “Repensando questões de gênero e sexualidade em África”, com a presença do teólogo islâmico e tradicionalista CMM/Senegal, Sheik Dadiarra Modibo, e do professor da Unilab Roberto Kennedy Gomes Franco. A mediação desta conversa será realizada pelo coordenador de Políticas Afirmativas da Unilab, Carlos Subuhana.

Os participantes desse evento terão direito a certificados. A inscrição é por ordem de chegada.

Categorias