Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

“Perspectivas tecnológicas” foi tema da Aula Inaugural do Curso de Graduação em Engenharia de Computação da Unilab

Data de publicação  04/04/2019, 21:34
Postagem Atualizada há 3 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
Convidado, docentes e estudantes da Unilab na Aula Inaugural do Curso de Engenharia da Computação | Foto: Márcia Farias

“Como estruturar um curso e ensinar hoje se não sabemos como será o futuro nesta área do conhecimento de constante renovação?” Eis a reflexão que o professor emérito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Tarcísio Haroldo Pequeno, convidado para a palestra da aula inaugural do Curso de Engenharia de Computação da Unilab, deixou para a platéia, na última sexta-feira (29), em Redenção/CE.

Foi nesta perspectiva de futuro do mundo tecnológico e matemático que o novo Curso de Graduação em Engenharia de Computação, vinculado ao Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), foi apresentado pelos docentes da Unilab envolvidos nos trabalhos do curso, aos estudantes da Unilab, convidados e demais participantes do evento.

Tarcísio Pequeno, presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap)

“Os cientistas vão continuar construindo tecnologias, que é a super estrutura. Mas a base, seja do que for, será a Matemática. É a melhor coisa que a ciência inventou para fazer este universo diferenciado. É na Matemática que se consegue a disciplina, precisão, coesão, consistência de raciocínio suficiente para poder fazer coisas complexas. É com aquela linguagem que se consegue dar o grande salto para se conquistar algo significativo”, esclareceu o professor emérito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Tarcísio Haroldo Pequeno.

Reitor e professor do IEDS/Unilab, Alexandre Cunha

O reitor da Unilab, Alexandre Cunha acredita que “com o Curso de Engenharia de Computação no IEDS e a parceria do Instituto de Educação à Distância (IEAD), a Graduação e a Pós-Graduação, só vão crescer na Unilab, na perspectiva da Engenharia e o desenvolvimento sustentável”, esclareceu o reitor.

Complementando sobre a fundamental importância de se ter um curso de Engenharia ou Ciência da Computação em universidade do século XXI, Alexandre enfatizou que estes cursos promovem o desenvolvimento de projetos institucionais de áreas diversas, co-relacionando-se com outros cursos, possibilitando o desenvolvimento institucionais das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

Além da presença do Reitor da Unilab, participaram e estiveram presentes ao evento, o diretor e do vice-diretor do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS), George Mamede e Hermínio de Oliveira, a diretora do IEAD, Maria Cristiane de Souza, a pró-reitora de Extensão, Arte e Cultura (Proex), Rafaella Moreira, o pró-reitor de Graduação (Prograd), Edson Holanda, a gerente da Divisão de Pós-Graduação (Proppg), Ranoyca Aquino, a pró-reitora Albanise Marinho, o pró-reitor de Relações Institucionais (Proinst), Max Araújo, entre outros.

O diretor do IEDS, professor George Mamede, relatou sobre os trabalhos realizados em parceria e dedicação dos docentes, para efetivação do primeiro curso de graduação do instituto com co-gestão do Instituto de Educação a Distância (IEAD). O Curso de Engenharia de Energias, avaliado pelo MEC com nota máxima (5,0) e Engenharia em Computação. Nos cursos de Pós-Graduação, o instituto dispõe de outros dois: Gestão de Recursos Hídricos, Ambientes e Energéticos, em parceria com o IEAD e o Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis (Masts).

Para o futuro, o IEDS está com uma proposta, em fase de análise final, junto a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), de um novo curso de Mestrado de Energia em Ambiente.

Professor e coordenador do Curso de Engenharia de Computação da Unilab, João Madeiro

O professor e coordenador do curso de Engenharia da Computação, João Medeiros realizou a apresentação da estrutura, as ênfases, as principais áreas de atuação do curso e do profissional (Engenheiro da Computação).

Professora Márcia Farias e estudantes da Unilab | Foto: Márcia Farias

Para a professora Márcia Farias, vinculada ao Instituto de Ensino a Distância (IEaD), o trabalho com os estudantes na disciplina de Álgebra Linear, mostra o quanto a Computação e as tecnologias arraigadas no cotidiano aguçam o interesse dos jovens. O curso, por ser muito rico de disciplinas, busca organizar as matérias, desenvolver o intelecto, o conhecimento, como também o raciocínio dos estudantes.

“A computação se insere em muitas áreas e aplicações (áreas tecnológicas, médicas, biotecnológicas, arquitetônicas ou as mais teóricas). “Um estudante, brasileiro ou estrangeiro, que se forma no curso, está preparado para expandir o conhecimento em qualquer direção, já que a computação se comunica e relaciona-se muito bem com todas as áreas de atuação”,  afirmou Márcia Farias, professora doutora e mestre em Informática.

Sobre o curso

O Curso de Graduação em Engenharia de Computação do IEDS é integral, presencial, com carga horária de 4030 horas, em cinco anos. Apresenta duas entradas anuais, para 80 vagas. O corpo docente é composto por 24 docentes de diferentes formações, entre Mestres e Doutores (maioria), no regime de 40h (DE).

Seletivo Masts 2019 (Inscrições abertas até 25 de abril)

O Masts, coordenado pelo professor Juan Carlos, está com inscrições abertas para o seletivo 2019, até o dia 25 de abril, conforme o Edital MASTS nº 01/2019Aditivo I. São ofertadas 15 vagas ofertadas. Duas vagas serão destinadas aos candidatos internacionais, oriundos dos seguintes países lusófonos, a saber: Timor-Leste, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Matérias relacionadas: Curso de Engenharia de Energias da Unilab é reconhecido com nota máxima pelo MEC e Curso de Engenharia de Energias da Unilab é credenciado junto ao Crea/CE

Categorias