Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Semana da África 2021 aborda migrações e o continente africano no contexto pandêmico

Data de publicação  21/05/2021, 15:04
Postagem Atualizada há 3 semanas
Saltar para o conteúdo da postagem

A Associação dos Estudantes da Guiné-Bissau no Estado do Ceará (AEGBEC) e as Associações Estudantis da Unilab (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tome e Príncipe) realizam conjuntamente a Semana da África 2021, sob o lema “Circuito Migratório: África no Contexto Pandêmico”, entre os dias 24, 25 e 26 de maio, on-line, no YouTube, Facebook e Instagram da Associação dos Estudantes Amigos de África.

A programação conta com mesas de debate, conferências com participação de palestrantes do continente africano e da diáspora, GT’s para apresentação de pesquisas, atividades culturais e muito mais. Confira a programação completa. As listas para emissão dos certificados serão emitidas durante a transmissão das atividades.

A abertura ocorre no dia 25, às 9h30, com a exibição de vídeo com mensagens de líderes africanos. Em seguida, representantes da Reitoria da Unilab, das associações estudantis, Diretório Central dos Estudantes (DCE) e do Governo do Estado do Ceará saudarão o público.

Sobre a Semana da África

Desde 2015 tem sido tradição a realização da Semana da África por parte dos estudantes africanos dos países de língua oficial portuguesa, sendo 25 de maio a data que expressa o marco histórico da criação da Organização da Unidade Africana, em 1963, em Addis Abeba, na Etiópia, com o ideal de união das forças para a libertação e, consequentemente, a independência dos países africanos sob o jugo colonial. Hoje, no contexto pós-colonial, a União Africana promove a integração entre os países africanos em diferentes domínios.

Assim, os estudantes unilabianos realizam anualmente encontros acadêmicos com o objetivo de promover debates, palestras, rodas de conversa e minicursos acerca de uma multiplicidade de temas referentes às questões africanas e suas diásporas. As atividades procuram elucidar problemas comuns, desafios e avanços transnacionais no continente africano e seus desdobramentos regionais e internacionais.

Categorias