Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Residentes do Programa de Residência Pedagógica Unilab realizam troca de experiências on-line

Data de publicação  02/06/2021, 14:56
Postagem Atualizada há 4 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

O subprojeto História da África e da Cultura Afro-brasileira e Indígenas, do Programa de Residência Pedagógica da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), História, realiza, nesse sábado (6), socialização de experiências com os residentes bolsistas Anilsa Almeida (Nindonykedakat),Thamyres Mesquita, Tainá Bezerra e Yanique Nanque, com mediação de Saido Baldé, sobre as vivências nas escolas deEnsino Médio Almir Pinto de Aracoiaba e de Liceu de Baturité Domingos Sávio. Será às 14 horas, no Facebook.

Os e as bolsistas apresentarão suas experiências de regências (aula, minicurso, roda de conversa etc.) nas escolas, respondendo às seguintes questões: que possibilidades o PRP Unilab – subprojeto de História oferece para estimular o ensino da História da África e da Cultura Afro-brasileira e Indígena? Com base na experiência de licenciandos/as da Unilab, notaram alguma dificuldade em relação ao ensino da História da África e da Cultura Afro-brasileira e Indígena nessas escolas? Se sim, quais são essas dificuldades e quais as medidas devem ser tomadas para minimizar tais dificuldades?

A perspectiva do subprojeto de História do PRP Unilab é formar professores/as qualificados/as para exercerem a profissão docente na Educação Básica no Brasil e nos países parceiros da Unilab.

O subprojeto vem mostrando preocupação em capacitar futuros/as professores/as para enfrentar os desafios e problemas da Educação Básica, principalmente aqueles que dizem respeito ao ensino de História.

Com base nesta perspectiva e no contexto do espaço escolar brasileiro, o subprojeto objetiva responder um dos desafios colocados à Educação Básica brasileira: romper com o modelo eurocêntrico que domina o espaço escolar brasileiro. Por conseguinte, o subprojeto orienta os/as residentes para estimularem a implementação das leis 10.639/03 e 11.645/08, que tornaram obrigatório o Ensino da História da África e Cultura Afro-brasileira e Indígena em todas as escolas do ensino básico brasileiro.

Categorias