Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

“Curso de Formação de Defensores Populares de Direitos Humanos” recebe inscrições até 29 de agosto

Data de publicação  20/08/2021, 16:58
Postagem Atualizada há 3 semanas
Saltar para o conteúdo da postagem

O Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza (CDVHS), através da Escola Popular de Educação em Direitos Humanos (EPEDH), abre inscrições para composição de turma com 30 vagas ao Curso de Formação de Defensores Populares de Direitos Humanos, que terá sua aula virtual/inaugural no dia 1º de setembro. As Inscrições serão realizadas no período de 18 a 29 de agosto, por meio deste Formulário.

O curso, que conta com o apoio e parceria das Coordenações de Extensão e de Assuntos Comunitários e a de Direitos Humanos, da Pró-reitoria de Extensão, Arte e Cultura, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Proex/Unilab), é totalmente gratuito e tem carga horária de 60 horas aulas, sendo 75% na modalidade Educação à Distância (EAD), através da Plataforma Institucional Ambiente Virtual de Aprendizagem , e 25% presencial (entre dias 09 e 16 de outubro), caso a situação da pandemia permita, em respeito aos decretos dos órgãos em saúde, ao bom senso e à ética em saúde coletiva.

O público alvo é liderança comunitária representante de Organizações da Sociedade Civil, de coletivos, de grupos, fóruns e de movimentos populares e sociais de Fortaleza, com ênfase no território Grande Bom Jardim (GBJ). A pessoa interessada em compor a turma deste Curso, deverá, no ato da inscrição, apresentar ou uma declaração de representação institucional com assinatura digital de duas pessoas integrantes/associadas à organização, ao grupo, ao coletivo ou ao movimento popular e sociais, ou um vídeo de representante institucional (informar nome, cargo/função) reconhecendo a representação e indicando sugestão de uma atividade de contrapartida a ser realizada pela pessoa cursista e instituição representada ao final do curso (arquivo até mil caracteres com espaço, em PDF e até 10MB ou vídeo de até 2 minutos), à organização, ao grupo, ao coletivo ou ao movimento popular e sociais, reconhecendo a representação e indicando sugestão de uma atividade de contrapartida, e ou carta de motivação pessoal ou um vídeo (até dois minutos), apresentando as razões que a participação neste curso contribuirá para a qualificação pessoal e o fortalecimento institucional e das lutas sociais (arquivo de até 1.000 caracteres com espaço, em PDF e até 10MB ou vídeo de até 2 minutos).

Modelo I – Declaração Representação Institucional

Modelo II – Carta de Motivação Pessoal

Confira o Plano de Curso

Inscrições!

Outros parceiros:

Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará;

Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Fortaleza;

Escritório de Direitos Humanos e Assessoria Jurídica Popular Frei Tito de Alencar, órgão da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará;

Escritório de Direitos Humanos e Assessoria Popular Dom Aloísio Lorscheider (EDHAL), órgão da Câmara de Fortaleza;

Misereor, obra episcopal da Igreja Católica da Alemanha para a cooperação ao desenvolvimento.

Para mais informações: cdvhs.org.br

facebook: centroherbertdesouza

Instagram: @cdvhs

defensoresdh.cdvhs@gmail.com

(85) 3497-2162 (88) 9.9498-8580

Categorias