Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Comissão emite parecer favorável ao curso de Medicina da Unilab

Data de publicação  05/11/2021, 09:29
Postagem Atualizada há 1 semana
Saltar para o conteúdo da postagem

Membros da Camem, gestores da Unilab e autoridades do Maciço de Baturité durante visita da comissão à universidade. Foto: Secom/Unilab.

A Comissão de Acompanhamento e Monitoramento das Escolas Médicas (Camem) emitiu parecer favorável ao ato autorizativo para início do curso de Medicina da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), na cidade de Redenção/CE. Agora, o Ministério da Educação (MEC) deve conceder a autorização, sendo a data prevista 8 de novembro.

Após acompanhamento on-line e in loco, a Camem se declarou favorável à abertura do curso, com sugestão de 60 vagas anuais, sugerindo ainda a contratação de maior número de professores médicos, o que será contemplado em edital próximo.

Membros da Camem. Foto: Secom/Unilab.

O acompanhamento e monitoramento in loco à Unilab ocorreram no período de 4 a 6 de outubro deste ano, pela equipe de professores André Cabral, Cláudia Midão e Roseli Nomura, com visita aos campi Auroras e Liberdade e à Unidade Acadêmica de Palmares, nas cidades de Redenção e Acarape/CE.

Durante a visita, houve reuniões com os gestores da universidade, corpo docente e técnico-administrativo. A comissão relata que a Unilab tem instalações adequadas, quantitativas e qualitativamente, para o futuro curso. Salas de aula, laboratórios de ciências básicas e de informática, sala de professores, áreas de convivência, sala de coordenação de curso, secretaria e gabinetes para professores. Todos os espaços fechados são climatizados, bem ventilados, com mobiliários adequados e bem conservados, com equipamentos e acesso à internet”, observa.

Outro ponto ressaltado é o compromisso dos prefeitos dos municípios do entorno. “Ficou bastante evidente o compromisso dos prefeitos dos municípios do entorno da sede da Universidade com a implantação do curso. O corpo docente e o NDE se mostraram compromissados, conhecedores do projeto do curso e responsáveis pela sua implementação, avaliação e acompanhamento”, apontam.

Reitor da Unilab, Roque Albuquerque, durante visita da Camem ao Campus das Auroras. Foto: Secom/Unilab.

O reitor da Unilab, Roque Albuquerque, na ocasião da visita da Camem à universidade, expressou gratidão pela parceria com os prefeitos do Maciço de Baturité, uma vez que a rede de saúde pública é fundamental para que se desenvolvam as atividades de um curso de Medicina. “Foram dias intensos de um olhar técnico, externo, com know how, sobre a Unilab. A região também é avaliada, não só a universidade, e será alavancada numa área tão importante como a Saúde”, declarou.

Roseli Nomura destacou que a região tem carência de médicos e dificuldade de fixação dos profissionais nas unidades básicas de saúde. “O povo precisa desse atendimento no dia-a-dia. Prefeituras, tenham todo carinho com esse curso que vai contribuir para a formação de médicos e fixação na região”, destacou.

Já Cláudia Midão elogiou o compromisso da gestão com a abertura do curso. “Obrigada, reitor, por seu empenho, que percebemos já em uma reunião virtual anterior. Observamos o compromisso dos docentes da Unilab, vontade e motivação que não vemos em toda instituição”, disse.

Prefeitos e gestores dos municípios do Maciço de Baturité acompanharam a reunião com a Camem. Foto: Secom/Unilab.

Também membro da comissão, André Cabral ressaltou que a missão do curso de Medicina se concretiza com parcerias, o que qualifica a atenção, assistência, moradia e principalmente o sistema de saúde. “O foco da formação é a atenção primária à saúde e UBSs (unidades básicas de saúde) têm de estar prontas para receber estudantes. Os gestores precisam transformar os equipamentos em estruturas modelo e trabalhar junto com a universidade, porque terão um retorno com profissionais apaixonados pela região”, sublinhou.

O prefeito de Redenção, Davi Benevides, considera o início do curso como a realização de um sonho. “Estamos dispostos a fazer qualquer investimento para que o curso venha para a região, com a população como maior beneficiária. Nós vamos preparar a melhor estrutura de curso de Medicina que vocês já viram”, prometeu.

Superintendente da região de Fortaleza da Secretaria de Saúde (SRFOR), Alex Mont’Alverne. Foto: Unilab/Secom.

O superintendente da região de Fortaleza da Secretaria de Saúde (SRFOR), Alex Mont’Alverne, ressaltou o conjunto de equipamentos à disposição dos futuros estudantes. “Estarão já em rede, presenciando esforços coletivos, convivendo com a população desde o primeiro momento, na realidade concreta do SUS do dia a dia, sob supervisão e formação de qualidade”, observou.

Reforço à quantidade de médicos

No Ceará, quatro universidades e dois centros universitários formam o profissional de medicina, com um total de oito cursos, sendo quatro deles na região metropolitana de Fortaleza. Os cursos são ofertados pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Cariri (UFCA), Universidade Estadual do Ceará (Uece), Centro Universitário Christus (Unichristus), Centro Universitário Inta (Uninta), Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte (FMJ) e Universidade de Fortaleza (Unifor). No total, no Ceará são ofertadas 992 vagas para o curso de medicina por ano, sendo 400 em universidades públicas.

Projeto Político Pedagógico

O curso de Medicina da Unilab faz parte do Instituto de Ciências da Saúde e se propõe a formar médicos brasileiros e estrangeiros que atuem tanto na saúde coletiva como na assistência hospitalar, abordando ainda os aspectos gerenciais dos serviços de saúde.

A identidade formativa do curso se concentra nos âmbitos humano, científico e profissional, por meio de uma proposta curricular voltada para a produção do conhecimento, que responda aos problemas colocados pela sociedade e que seja capaz de formar cidadão profissional com uma sólida formação geral, com capacitação técnica, ética e humana.

Dentre as competências gerais a serem desenvolvidas estão atenção à saúde, gestão em saúde e educação em saúde.

A Unilab já conta com dois cursos de graduação na área da Saúde: Enfermagem e Farmácia.

Categorias