Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Fazenda Experimental Piroás registra janeiro mais chuvoso desde 2015

Data de publicação  08/06/2022, 15:31
Postagem Atualizada há 3 semanas
Saltar para o conteúdo da postagem

A Fazenda Experimental Piroás (FEP), da Unilab, localizada no município de Redenção, registrou, neste ano de 2022, o janeiro mais chuvoso desde 2015, ano do início da coleta dos dados.

A precipitação acumulada em janeiro/2022 foi de 308,38 mm, ultrapassando o recorde anterior, que pertencia à janeiro/2020 (278,75 mm). Em relação à janeiro/2021, houve um aumento de 108,7%.

O período compreendido entre janeiro-maio/2022 também superou 2021 em 22,36%. O acumulado de janeiro-maio/2022 corresponde a 1.425,28 mm, o que equivale a quase o triplo da média do Estado do Ceará (500 mm).

A intensa precipitação possibilitou com que os dois açudes da propriedade atingissem a cota máxima e sangrassem no dia 5 de abril deste ano.

Medições diárias

Os dados pluviométricos coletados são fruto de um trabalho de frequência de medições diárias, às 9h, a partir de um pluviômetro instalado na área da Fazenda. Os dados são imprescindíveis para que se tenha um bom manejo da irrigação em áreas de experimentos da FEP.

Sobre a Fazenda Experimental Piroás

Localizada a 17km do Campus da Liberdade, na localidade de Piroás, distrito de Barra Nova, a FEP pertence à Unilab e foi adquirida em 8 de agosto de 2012. Possui efetivamente 28,2 ha, com as seguintes coordenadas geográficas: 4o 9’19.39’’S e 38o 47’41.48’’O.

Está sob a gerência do engenheiro agrônomo e servidor vinculado ao Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR), Lourenço Marreiros Castelo Branco, mestre na área de concentração “Irrigação e Drenagem”.

O principal objetivo da FEP é proporcionar a realização das aulas de Práticas Agrícolas (PA), disciplina inserida no PPC, permitindo o contato/vivência dos discentes do curso de Agronomia com o meio rural para aprendizagem in loco. Outros objetivos, de igual relevância, são: desenvolvimento de projetos e pesquisas científicas; capacitações/treinamentos e exercício da extensão rural localmente, aproximando a assistência técnica à comunidade e permitindo a aplicação de técnicas rurais para um bom desenvolvimento econômico-social.

Entre algumas das práticas agrícolas na Fazenda estão identificação das condições edafoclimáticas – relativas ao solo e ao clima – importantes para o estabelecimento das culturas; noções gerais do funcionamento de um sistema de irrigação; preparo de área e plantio de espécies utilizadas para adubação verde; manutenção do canavial; colheita de milho e feijão e aplicação prática do Código Florestal, baseando-se pelo Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Categorias
Palavra-chave