Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Nota da Reitoria à comunidade universitária sobre eleições das Unidades Acadêmicas

Data de publicação  02/08/2022, 13:59
Postagem Atualizada há 1 dia
Saltar para o conteúdo da postagem

Nossa Gestão sempre se pautou no diálogo e no respeito. Procuramos sempre ouvir todos os grupos e coletivos de modo a fortalecer a relação desta Gestão Superior com a Comunidade Universitária. Considerando essa relação de mútuo respeito, vimos falar acerca das recentes acusações sobre as supostas interferências da Reitoria nas eleições das Unidades Acadêmicas e sobre os interesses desta Gestão em manter o alinhamento político e ideológico com as Direções dos Institutos.

Primeiramente, cabe destacar que a atual Gestão assumiu a Reitoria, de modo Pró-Tempore, em março de 2020, e em caráter democrático e legítimo a partir de maio de 2021, após a primeira eleição para Reitor(a) e Vice-Reitor(a) da Unilab. Ao longo desses dois anos de Gestão, a Reitoria nomeou apenas 4 (quatro) Diretores(as), eleitos(as) democraticamente, obedecendo os princípios e regramentos internos estabelecidos no Estatuto e no Regimento Geral da Unilab.

Esses 4 (quatro) Diretores(as) eleitos(as) possuem seus processos devidamente registrados no Sistema Eletrônico de Informações (SEI), com todas as etapas homologadas pelas comissões eleitorais e não há qualquer influência da Gestão Superior nas nomeações. Destaca-se, ainda, que a maioria dos nomes Portariados já faziam parte da Gestão dos Institutos, antes mesmo da Pró-Temporalidade do atual Reitor, tratando-se de eleições de recondução do Cargo ou de mudança na titularidade (quando os Vice-Diretores(as) foram eleitos Diretores(as) pelos respectivos Conselhos de Unidade).

Presumir a influência da Reitoria nas eleições das unidades acadêmicas é descredibilizar as decisões dos Conselhos de Unidade e a atuação transparente desta Gestão. Pontuamos que em nenhum dos processos acima citados houve recurso ou questionamento quanto a sua validade ou foram levantados questionamentos quanto à participação da Reitoria no processo eleitoral.

Esta Gestão foi a responsável pela aprovação do Estatuto da Unilab na instância competente e sabe muito bem o papel que lhe cabe nos processos eleitorais da Universidade. Ainda destacamos que um dos nossos compromissos com a comunidade, estabelecido no período de campanha, é o de respeitar as decisões da comunidade acadêmica e efetivar uma gestão transparente. Todas as designações foram realizadas após o devido processo eleitoral, obedecidos os regramentos internos. Não houve nenhum candidato indicado pela Reitoria. É vergonhosa e desprezível a tentativa de validar atitudes antidemocráticas mediante suposições levianas e infundadas quanto à influência da Reitoria nos processos eleitorais universitários.

Por fim, pontuamos que, de fato, temos interesse em manter uma relação estreita e respeitosa com os(as) Diretores(as), assim como com os(as) discentes, docentes e servidores técnico-administrativos em educação da Unilab. Por meio deste alinhamento, nos comprometemos com uma gestão que apresenta em sua composição e em sua dinâmica cotidiana a diversidade que compõe a Unilab, considerando-se a comunidade acadêmica, os grupos sociais e os territórios que a compõem. Para isso, nosso primeiro compromisso com a Unilab e o qual temos honrado é o de manter diálogo constante com a comunidade acadêmica, bem como valorizar e respeitar a pluralidade, as manifestações democráticas e os regramentos internos.

Reitoria
Redenção/CE, 2 de agosto de 2022

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO