Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Projeto Grupo de Integração Musical da Unilab divulga resultado do I Festival de Música GIMU

Data de publicação  11/08/2022, 16:45
Postagem Atualizada há 2 meses
Saltar para o conteúdo da postagem

O Projeto de Extensão Grupo de Integração Musical da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (GIMU) divulgou o resultado do I Festival GIMU/Unilab de Música (confira abaixo). Para apresentar a premiação do Festival, será realizado um evento no Pelourinho, em Salvador, no Roma Negra, local que cedeu o espaço para apresentações, no dia 12 de agosto (sexta-feira), a partir das 16h. O evento será um encontro de celebração de arte e um momento no qual todos os participantes presentes poderão executar a sua música.

Segundo a comissão organizadora do evento, o Festival “foi uma riqueza de artistas, estilos, talentos, letras e diversidade musical! Consideramos que a maior vitória foi poder produzir essa conexão musical a partir das inscrições recebidas. Com toda certeza, todas as músicas inscritas poderiam figurar na lista das premiadas. Por isso foi criada a categoria menção honrosa para destacar as outras 12 excelentes produções recebidas, e que foram super elogiadas pelo júri”, apontou em comunicado.

A comissão também está organizando uma lista das músicas do Festival no Spotify e uma apresentação no campus dos Malês da Unilab, no Festival das Culturas, que será realizado entre 19 e 21 de outubro deste ano. “Esperamos que continuem fazendo música e tendo a certeza de que o que fazem é muito valioso, de muita qualidade artística e musical!”,  destacam membros da comissão organizadora.

I FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE MÚSICA DO GIMU – Resultado Final

Classificação (1º ao 5º)
1ª Danzi e Jahfreeka (Brasil) – Erga-se
2ª Janaina Noblah (Brasil) – Não Parei
3ª Sol-X’traiker (Angola) – Um dia qualquer
4ª Filosofo King (Guiné-Bissau) – NoMistiskolakuOspital
5ª Nicke (Moçambique) – Pacto com demônio

Menção Honrosa
Manduê (Brasil)

Dalmo Funchal (Brasil) – Villa do Sertão

Fresh (Angola)

Galileo Danger (Angola) – Habilidosa
George Faraó (Brasil) – Garota Tropical
Itchi Mc (Guiné-Bissau) – Bu Kurpo

Ladio Bankz (Angola) – Weed
Larrissa Reis (Brasil) – Home Office
Lay-z Delouro (Angola) – Diferente atuação
Murilo Santos (Brasil) – Um tempinho sem você
Projeto Diáspora  (Angola) – Colombiano
Rodris (Angola) – Vidas negras importam

Categorias
Palavras-chave

CONTEÚDO RELACIONADO