Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Reunião com Icen debate pautas coletivas do instituto

Data de publicação  09/02/2024, 17:13
Postagem Atualizada há 7 dias
Saltar para o conteúdo da postagem

Reunião entre Reitoria da Unilab e membros do Icen.

No último dia 8 de fevereiro, ocorreu reunião entre a Reitoria da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e o Instituto de Ciências Exatas e da Natureza (Icen/Unilab). Na ocasião, o diretor do Instituto e coordenadores dos cursos entregaram ao reitor, Roque Albuquerque, o Plano de Gestão do Icen (2023-2027), o folder e o Relatório do Seminário de Pedagogia Universitária.

A principal pauta da reunião foi a necessidade de códigos de vagas para que o quadro de professores do instituto seja ampliado, atendendo adequadamente a demanda. “Os pedidos de códigos de vagas são de interesse da universidade e do instituto e é sempre bom discutir a ampliação de cursos e fazer uma autoavaliação de onde podemos aprimorar”, avaliou Roque Albuquerque, que retomou a liberação dos códigos de vagas para Química (concurso em andamento) e Ciências Biológicas (encaminhado para abertura de concurso). Em seguida, Albuquerque sinalizou a liberação de mais três códigos de vagas de imediato (Física, Matemática, Pedagógicas) e mais dois códigos de vagas posteriormente (será feito um estudo para definir a alocação).

Outro ponto debatido foi a possibilidade do ingresso semestral de novos discentes, o que diminuiria os casos de retenção de estudantes, pois oportunizaria a reoferta de disciplinas e o seguimento do curso. “Para isso, precisaríamos dobrar o número atual de docentes, o que demandaria pelo menos três códigos de vagas por área para os primeiros dois anos de curso e mais três códigos para a segunda metade dos cursos. Além disso, precisamos ampliar o número de técnicos e laboratórios”, pondera o diretor do Icen, Elcimar Martins. Sobre este ponto, será feito um estudo pela Reitoria e Icen, de onde devem ser extraídos encaminhamentos.

Os presentes debateram ainda a possibilidade de ofertar cursos noturnos e alternativas para nivelamento de aprendizagem dos estudantes. “Marcamos uma outra oportunidade para discutir mais a questão do nivelamento, como ajudar estudantes nacionais e internacionais que chegam para os cursos que têm um rigor muito grande nas áreas de exatas ou ciências da natureza. Ouvi realmente boas ideias e espero que conjuntamente façamos o melhor”, afirmou o reitor, Roque Albuquerque.

Estiveram presentes, além do reitor e do diretor do Icen, o vice-diretor, Michel Granjeiro; e os coordenadores Victor Martins (Ciências Biológicas), Levi Leite (Física), Marcelo Amaral (Matemática), Eveline Menezes (Química), Joserlan da Silva (Profmat), Kaé Lemos (Ciência é 10), Débora da Costa (Laboratórios). Haverá um novo encontro em março, no Icen.

Categorias
Palavra-chave