Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Unilab realiza seminário sobre questões de gênero

Data de publicação  08/07/2013, 10:50
Postagem Atualizada há 8 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

O Instituto de Humanidades e Letras da Unilab realizou, no último dia 04 de julho, o Seminário Internacional e Interdisciplinar de Gênero: olhares sobre as mulheres. O encontro reuniu pesquisadores e interessados na temática para discutir assuntos como feminismo, imagem da mulher na mídia e violência doméstica.

Professora Maria João abre Seminário Internacional de Gênero.

Professora Maria João abre Seminário Internacional de Gênero.

A conferência de abertura foi realizada pela professora da Unilab, Maria João Cunha Silvestre, que apresentou a experiência do Centro Interdisciplinar de Estudos de Gênero (CIEG), o qual tem como objetivo promover o intercâmbio de estudos que abordam a questão do gênero, numa perspectiva multidisciplinar, nos países da Europa, além de Canadá, Estados Unidos e Brasil. Mais informações sobre o CIEG, no LINK.

Maria João também falou sobre o crescimento de pesquisas na área. “Esse tema tem trazido enriquecimento teórico e empírico para várias áreas e métodos do saber, de uma maneira bem transversal, debatendo questões de igualdade social. É óbvio que o masculino e o feminino são diferentes e viva essa diversidade. Mas é preciso que todos tenham os mesmos direitos, respeito e oportunidades”, afirmou.

Isolda Castelo Branco.

Isolda Castelo Branco.

Ainda durante a manhã, a pesquisadora Isolda Castelo Branco ministrou a palestra “Experiências na Área do Feminismo”, em que tratou o processo histórico de luta dos direitos das mulheres e a sua participação na sociedade. “As feministas se anteciparam e foram as precursoras na luta contra a submissão das mulheres. É a partir de 1960, que as mulheres ingressam nos movimentos políticos, e em 1970, surge esta categoria de gênero. Porém, ainda hoje mulheres e homens não ocupam os mesmos lugares na sociedade, mas isso vem mudando. As relações de gênero são construções culturais e históricas”, explicou.

Professora Maria João

Professora Maria João

A programação continuou no período da tarde com os workshops sobre “Gênero na mídia” e “A Violência doméstica”, realizados pela professora Maria João Cunha Silvestre.

Categorias