Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Seminário e oficina da Ripes discutem internacionalização da Unilab e cooperação Sul-Sul

Data de publicação  07/04/2014, 14:38
Postagem Atualizada há 8 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
Reitora (ripes)

Mesa de abertura do Seminário.

Teve início na manhã desta segunda-feira (07) o Seminário “Internacionalização da Unilab na Perspectiva da Cooperação Sul-Sul”, organizado Rede de Instituições Públicas de Educação Superior (RIPES), em parceria com a Unilab. A abertura do evento contou com a presença da reitora da Unilab, Nilma Lino Gomes; do pró-reitor de Relações Institucionais, Cássio Florêncio Rúbio; do coordenador do Projeto RIPES, Edson Borges; além da representante da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE), Alessandra Ambrósio e da Assessoria Internacional do Ministério da Educação (MEC), Joana Amaral.

Pró-reitor de Relações Institucionais, Cássio Florêncio Rúbio.

Pró-reitor de Relações Institucionais, Cássio Florêncio Rúbio.

O pró-reitor de Relações Institucionais, Cássio Florêncio Rúbio, forneceu números recentes de estudantes estrangeiros no Brasil, segundo o Comitê para Internacionalização das Instituições Federais de Ensino Superior. De acordo com os dados do Comitê, há cerca de dois mil alunos estrangeiros distribuídos nas 62 instituições federais do país, sendo que 20% desse número está localizado na Unilab. Na ocasião, Cássio apresentou as ações da Pró-Reitoria de Relações Institucionais. “A Proinst insere-se como mediadora e promotora do contato entre as instituições. Além de estreitar os laços entre instituições de outros países, a Proinst também possui a missão de promover a integração entre organizações públicas e privadas do Maciço de Baturité e adjacências”, explicou.

Coordenador do projeto Ripes e coordenador de Cooperação Nacional e Internacional da Proinst, Edson Borges.

Coordenador do projeto Ripes e coordenador de Cooperação Nacional e Internacional da Proinst, Edson Borges.

O coordenador do projeto Ripes e coordenador de Cooperação Nacional e Internacional da Proinst, Edson Borges, apresentou a Ripes, falando sobre as instituições parceiras, o público-alvo, a estrutura organizacional, as próximas missões e as atividades que serão desenvolvidas nos meses seguintes.

Joana Amaral, representante da Assessoria Internacional do Ministério da Educação (MEC).

Joana Amaral, representante da Assessoria Internacional do Ministério da Educação (MEC).

Em seguida, a representante da Assessoria Internacional do Ministério da Educação (MEC), Joana Amaral, falou sobre o tema “A cooperação em educação nas relações Brasil – África” e discutiu assuntos referentes à cooperação sul-sul, à cooperação educacional, aos projetos realizados pela Assessoria Internacional do Ministério da Educação (MEC) e às instituições parcerias, além de apresentar alguns desafios e perspectivas relacionadas às ações para o estreitamente entre Brasil e África, em especial à atuação da Unilab.

Alessandra Ambrósio, representante da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE).

Alessandra Ambrósio, representante da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE).

Alessandra Ambrósio, representante da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE), apontou a papel da ABC e o trabalho de cooperação técnica, científica, tecnológica, educacional, trilateral e ajuda humanitária, dentre outras formas de atuação, que o órgão é responsável, em parceria com os países de diferentes regiões, com destaque para os continentes latinoamericano e africano.

Reitora Nilma Gomes.

Reitora Nilma Gomes.

O encerramento do Seminário foi realizado pela reitora Nilma Gomes que aprofundou as questões já abordadas durante o Seminário, como a proposta da Ripes e as missões já feitas pela universidade, além de explicar os objetivos da Unilab e de ressaltar o trabalho coletivo e a unidade acadêmica para o bom desenvolvimento institucional.

Os facilitadores, Mateus Fernandes e Loise Vendramini.

Os facilitadores, Mateus Fernandes e Loise Vendramini.

A programação do evento teve continuidade com a I Oficina de Mobilização e Planejamento de Ações da Ripes, mediada por Mateus Fernandes e Loise Vendramini, no Pátio do Bloco Didático do Campus da Liberdade. A oficina iniciou nesta segunda-feira (07) com uma roda de diálogo, a qual foram discutidos desafios, perspectivas, diagnósticos e encaminhamentos para os próximos passos da RIPES.

1

De forma democrática, todos os participantes puderam se expressar sobre os principais pontos que a RIPES tem como desafios, contribuindo para a construção desse projeto. Nesta oportunidade, foi reafirmado o compromisso que a Rede tem com a realidade brasileira, assim como com as diferentes realidades dos países parceiros.

Grupos de trabalho

grupo-estudantes-oficina-planejamento-e-mobilizacao-ripes-

grupo-estudantes-oficina-planejamento-e-mobilizacao-ripes-unilab-

grupo-estudantes-oficina-planejamento-e-mobilizacao-ripes-01-

Na manhã desta terça-feira (08), estudantes, professores e técnicos-administrativos se dividiram em grupos de trabalho para discutir a questão da internacionalização da educação proposta pela universidade, a partir do debate iniciado na tarde deste dia 07. Após esse momento, no período da tarde, os grupos se reunirão novamente para socializar as ideias em plenária. Esta atividade tem a mediação de Mateus Fernandes e Loise Vendramini e da equipe de facilitadores e de registro formada por estudantes da Unilab.

Mais informações em: www.ripes.unilab.edu.br.

Categorias