Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Núcleo de Políticas de Gênero e Sexualidades inaugura sede nos Palmares

Data de publicação  16/06/2014, 09:54
Postagem Atualizada há 7 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
Reitora da Unilab, Nilma Gomes, pró-reitor de Políticas Afirmativas e Estudantis, Roberto Borges, e a coordenadora do Núcleo, Violeta Maria de Siqueira, inauguraram o espaço.

Reitora da Unilab, Nilma Gomes, pró-reitor de Políticas Afirmativas e Estudantis, Roberto Borges, e a coordenadora do Núcleo, Violeta Maria de Siqueira, inauguraram o espaço.

Foi inaugurado, na última quarta-feira (11), o espaço do Núcleo de Políticas de Gênero e Sexualidades “Aiê Ubuntu”. O Núcleo, que está vinculado à Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis, atua na promoção, difusão e defesa dos direitos humanos no campo das relações de gênero e sexualidades, em interface com as relações étnico-raciais, no âmbito do ensino, pesquisa e extensão, e em consonância com as diretrizes da Unilab. A sede do Núcleo está situada no Container 19, na Unidade Acadêmica dos Palmares. As reuniões acontecem às quintas-feiras, às 16h.

As reuniões acontecem às quintas-feiras, às 16h. A sede do Núcleo está situado no Container 19, na Unidade Acadêmica dos Palmares.

As reuniões acontecem às quintas-feiras, às 16h. A sede do Núcleo está situado no Container 19, na Unidade Acadêmica dos Palmares.

De acordo com a coordenadora do Núcleo e professora da Unilab, Violeta Maria de Siqueira Holanda, o espaço vem fortalecer as ações do Núcleo, que promove debates semanais na área de estudos de gênero, feminismos, sexualidades, enfrentamento à violência contra a mulher, à lesbo-homo-transfobia e a atitudes de preconceito e discriminação. O Núcleo está aberto à comunidade acadêmica e externa da Unilab.

O Núcleo possui as Linhas de Pesquisa: Nzinga – Gênero, Saúde, Tradição e Modernidade; Titina Silá – Feminismos, Políticas de Gênero e Direitos Humanos; e Oxumaré – Representações de Corpo, Gênero e Sexualidades.

A estudante guineense do Bacharelado em Humanidades, Teodora Tavares, participa das atividades do Núcleo. Segundo ela, durante os encontros, os participantes discutem textos e pesquisas que envolvem as temáticas do Núcleo.  “Os temas do Núcleo me chamaram a atenção, como a questão de gênero, principalmente sobre a homofobia e a xenofobia. O grupo ainda está no começo e já está me acrescentando muito. Desde cedo, eu sempre gostei de trabalhar com a sociedade. Eu quero atuar em Antropologia, que busca respeitar a cultura do outro, e isso o Núcleo está me ajudando”, comentou.

Inauguracao-Nucleo-de-Politicas-de-Genero-e-Sexualidades-Aie-Ubuntu (3)

Categorias