Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Programa de Educação Tutorial (PET) de Humanidades e Letras recebe sociolinguista Marcos Bagno em evento

Data de publicação  14/07/2014, 14:38
Postagem Atualizada há 7 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

PET 2014

A tutoria do Programa de Educação Tutorial (PET) de Humanidades e Letras realizou o evento “PET Recebe Pesquisadores de Humanidades e Letras” nos dias 03, 11 e 12 de julho. A programação iniciou na quinta-feira (03) com o estudo preparatório para oficina da obra “Sete erros aos quatro ventos: a variação linguística no ensino de português”.

???????????????????????????????

Coordenadora do PET, profª. Léia Cruz de Menezes

Na sexta-feira (11), o evento foi aberto pela coordenadora do PET, profª. Léia Cruz de Menezes, pelo prof. Ramon Capeli, e pelo pró-reitor de Relações Institucionais, Cássio Rúbio. Na sequência, houve uma palestra ministrada pelo sociolinguista prof. Marcos Bagno, com o tema “O impacto das línguas africanas no português brasileiro”.

???????????????????????????????

Prof. Ramon Capeli; e pró-reitor de Relações Institucionais, Cássio Rúbio

O prof. Bagno, de forma eloquente e descontraída, apresentou dados sobre as diferenças de oportunidades para negros e brancos no Brasil, acrescentando ainda que o país ocupa o segundo lugar no ranking de nação com maior quantidade de negros, atrás apenas da Nigéria. O sociolinguista explanou sobre o impacto africano no português brasileiro, demonstrando exemplos de expressões, assim como de denotações de coisas, culinária, rituais, etc.

???????????????????????????????

Sociolinguista, prof. Marcos Bagno

Para ele, “a mudança de Língua se dar por meio do contato entre Línguas, daí compreendemos a influência africana no português”. E ainda, segundo Marcos, “o elemento africano sem dúvida é responsável por muitas das características gramaticais específicas do português brasileiro”. Na oportunidade, o palestrante explicou os processos da linguagem, da sua formação, constituição e impacto da Língua nas regiões.

4

Sociolinguista, prof. Marcos Bagno

Em sua visita à Unilab, o professor demonstrou satisfação em fazer parte do evento. De acordo com ele, “o projeto de integrar Brasil e África já é lindo em si. Ver o campus tomado por gente negra de diferentes países é maravilhoso, e ainda tem o pessoal do Timor Leste, devidamente contemplado com a chance de fazer uma graduação de qualidade no maior e mais importante dos países de língua portuguesa. A universidade trouxe vida a uma cidade sem perspectivas econômicas e tudo caminha para que Redenção se torne um polo educacional.” Marcos destacou a beleza do projeto que é a universidade, e parabenizou a todos que fazem parte dela.

O encontro aconteceu no anfiteatro do Campus da Liberdade, com transmissão para o Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA. E , no sábado (12), a programação continuou com a oficina “A variação linguística no ensino de português”, ministrada também pelo prof. Marcos Bagno.

Para a profª. Léia Cruz, “um dos objetivos do PET é viabilizar o desenvolvimento acadêmico dos alunos. No caso do PET de Humanidades e Letras que tem um compromisso com os estudantes de Letras e Bacharelado em Humanidades (BHU), esse oportuniza o diálogo entre os discentes e pesquisadores das áreas. Os trabalhos do Prof. Marcos Bagno é leitura obrigatória nesses cursos, e esse momento é uma oportunidade dos alunos despertarem a ler e pesquisar mais. Como disse uma estudante, ‘a presença dele foi uma injeção de ânimo para abraçarmos a docência’.”

Categorias