Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Ações de língua inglesa se fortalecem na Unilab e primeiro TCC na área é defendido

Data de publicação  30/10/2014, 16:16
Postagem Atualizada há 7 anos
Saltar para o conteúdo da postagem
A graduanda Vanessa Amorim da Silva, junto com a banca que avaliou o trabalho.

A graduanda Vanessa Amorim da Silva, junto com a banca que avaliou o trabalho.

O primeiro Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da Unilab, na área de língua inglesa, foi defendido no último dia 23 de outubro, pela graduanda Vanessa Amorim da Silva. Sob a orientação da professora e coordenadora do Curso de Letras, Ana Cristina Cunha, a defesa ocorreu no Campus dos Palmares, Acarape/CE.

Por meio da pesquisa “Investigação e análise da aprendizagem da língua inglesa em contexto universitário”, Vanessa Amorim buscou entender quais as causas que contribuem para o sucesso ou fracasso dos estudantes da disciplina de língua inglesa. A pesquisa, que se utilizou de entrevistas para coletar dados, apresentou também algumas das crenças dos alunos que podem justificar os insucessos na aprendizagem da língua.

A partir da análise dos dados, os resultados da pesquisa indicam que os alunos se motivam a aprender a língua inglesa porque veem nessa aprendizagem uma ferramenta indispensável nos dias de hoje. Além disso, os estudantes entendem que este saber trará benefícios para a vida pessoal e profissional.

A banca, composta pela orientadora e os professores Tiago Martins da Cunha e Claudia Regina Rodrigues Calado, teceu vários elogios à pesquisa. “Para nós professores de língua inglesa, este trabalho é importantíssimo pois nos dá um retorno e nos mostra a formação do cenário de consequências das nossas práticas docentes e metodologias adotadas”, destaca a orientadora, professora Ana Cristina.

Os alunos que participaram da defesa e que venham a participar de defesas de mestrado ou tese de doutorado na Unilab, na área de Letras ou em área afim, passam a contar hora nas Atividades Acadêmicas Científico-Culturais (AACCs).

Aprofundar o debate

Sobre tema afim, na próxima quinta-feira (06), às 16h, no anfiteatro do Campus da Liberdade, haverá uma mesa redonda com o título “Ensino de língua inglesa na Unilab: propostas e desafios”. O evento é parte da Semana de Humanidades e Letras e terá como palestrantes os professores Ana Cristina Cunha, Cláudia Calado e Tiago Cunha, contando com a mediação do professor José Sérgio Amâncio. Haverá transmissão por videoconferência para o Campus dos Malês.

Extensão: Inglês para todos

Entre as ações da língua inglesa na universidade, o projeto de extensão English for all conta com três turmas de inglês intermediário e atende a mais de 80 alunos.

Criado em março de 2012 com o nome inicial de English Club, o projeto de extensão dedica-se ao estudo da língua inglesa como forma de inserção no mundo atual e da cultura de países anglófonos, observando a carência de conhecimentos em inglês por parte de estudantes e professores e ao mesmo tempo a importância do domínio desta língua para a vida acadêmica.

Outra intenção do projeto é o estímulo à aprendizagem da cultura e da língua inglesa, vista sob a perspectiva de uma língua internacional, ampliando o universo sociocultural da comunidade universitária e fomentando a reflexão em torno de temas caros à proposta da Unilab – como a herança e construção de uma identidade cultural e o multiculturalismo.

Inglês sem fronteiras

Sob a coordenação do professor José Sérgio Amâncio, na Unilab, o Inglês sem Fronteiras é um programa do governo federal auxiliar do programa Ciências sem Fronteiras. Volta-se à aplicação do Test of English as a Foreign Language (TOEFL) para os estudantes que se candidatam ao Ciências sem Fronteiras. Outros estudantes, professores e servidores técnico-administrativos em educação também podem fazer o TOEFL para saber seu nível de proficiência em inglês. O teste é gratuito e aplicado regularmente na Unilab.

Categorias