Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Universidade Brasileira alinhada à integração com os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)

Trimestre da Integração é o momento para vivenciar a interdisciplinariedade e a diversidade cultural

Data de publicação  17/11/2014, 16:39
Postagem Atualizada há 7 anos
Saltar para o conteúdo da postagem

 TIAC

Com a possibilidade de refazer disciplinas, discutir temas contemporâneos ou participar de atividades artístico-culturais em um período letivo mais curto, acontece de 02 de dezembro a 26 de janeiro o Trimestre da Integração Acadêmico e Cultural (TIAC). O TIAC possibilita aos estudantes vivenciar a interdisciplinariedade, a arte e a diversidade cultural, além de promover a articulação de ensino, pesquisa e extensão.

“Esse é um trimestre diferenciado. Primeiro, porque a matrícula é facultativa. Segundo, o período letivo é de 45 dias, diferente do período normal que é de 67 dias. Com isso, iremos oferecer uma série de atividades acadêmicas e culturais, principalmente aos estudantes de outros países e de outras regiões do Ceará, que não retornam aos seus lugares de origem. É um trimestre bem semelhante aos cursos de verão que acontecem nas universidades europeias e estadunidenses”, explica o prof. Américo Souza, coordenador de Ensino de Graduação, da Pró-reitoria de Graduação.

As matrículas para as atividades do Trimestre da Integração serão realizadas, presencialmente, nos dias 27 e 28 de novembro, nas coordenações dos cursos. Devido a problemas técnicos no Sistema de Gestão Integrada de Atividades Acadêmicas (SIGAA), não será possível, neste ano, a realização de matrículas online para o Trimestre da Integração. Já os ajustes das matrículas acontecem nos dias 01, 02 e 03 de dezembro por meio presencial e diretamente nas coordenações dos cursos.

Os estudantes que não estiverem nos municípios onde ocorrerão as matriculas poderão fazê-las por meio de procuração simples, sem a necessidade de registro em cartório.

Eixo acadêmico

O Trimestre da Integração da Unilab está estruturado nos eixos acadêmico e cultural. O eixo acadêmico está dividido em três etapas: reofertas de disciplinas obrigatórias com elevado índice de reprovação; cursos livres, que pode contar com a participação de estudantes de diferentes institutos; e, por fim, atividades pontuais, a partir de palestras, oficinas e seminários com especialistas e professores convidados.

Nos campi do Ceará serão ofertados cursos com duração de 20h, como “O Ceará tem história”, ministrado pelo prof. Américo Souza, do Instituto de Humanidades e Letras (IHL). Já o curso “Impactos ambientais de alguns tipos de fontes de energias”, será ministrado pelo Prof. Juan Carlos Alcócer, do Instituto de Engenharias e Desenvolvimento Sustentável (IEDS). O curso de “Promoção da Saúde Bucal”, com duração de 40h, será ministrado pela Prof. Ana Caroline Leite, do Instituto de Ciências da Saúde (ICS).

No Campus dos Malês, em São Francisco do Conde/BA, está prevista a realização do curso “Análise crítica do discurso: aplicações interdisciplinares”, com duração de 20h, ministrado pela prof.ª Giana Steffen, do IHL.

Eixo cultural

A Pró-Reitoria de Extensão, Arte e Cultura (Proex) responde pela organização e execução do eixo cultural do Trimestre da Integração. A 3ª edição do Movimenta irá agregar todas as ações de arte e cultura. Movimenta é um conjunto de atividades que revela, fomenta e expande a arte e a cultura na Unilab e na região do Maciço de Baturité, articulando estas atividades com universidades, artistas de outros estados e de diferentes países.

MOVIMENTAdestaque

Depois de uma consulta junto aos professores e estudantes, a Proex organizou uma programação marcada pela diversidade de linguagem. No mês de janeiro serão oferecidas oficinas de dança, fotografia, grafite e de história do hip-hop no Brasil e em países africanos de Língua Portuguesa, dentre outras. As inscrições para as oficinas serão feitas por meio de link virtual que será disponibilizado.

Antes das oficinas estão previstas, para dezembro, duas atividades: uma Mostra de Cinema Negro, coordenada pelo antropólogo e cineasta Celso Prudente; e o encontro lítero-musical com o rapper e cantor Gog Jenival Gonçalves, que irá conduzir discussão sobre literatura e comunidade negra.

Para a pró-reitora de Extensão, Arte e Cultura, Ana Lúcia Silva Souza, o Movimenta já está marcado como um momento de integração estudantil. “Os estudantes já entenderam que o Movimenta é o momento de celebração das linguagens artísticas que, necessariamente, promove uma integração entre os estudantes, seja por meio da dança, da música ou da discussão das ideias”, detalha a pró-reitora.

Desta forma, o Movimenta cumpre seu papel de oferecer ações de formação e apreciação das artes, proporcionando momentos de reflexão e prática nas mais diversas linguagens artísticas, como teatro, dança, música, audiovisual, literatura e fotografia.

Todos os cursos livres, assim como as atividades de arte e cultura, serão contabilizados, aos estudantes, como carga horária de atividades complementares. “Por exigência do Ministério da Educação (MEC) todos os cursos de graduação possuem parte de sua carga horária (que varia de acordo com o tipo de curso) em atividades complementares de caráter científico, artístico e cultural”, explica o professor Américo.

Categorias